COMUNICAÇÃO EM PROCESSO

Sobre a relação entre comunicação e cidadania

Por Ana Carolina Kalume Maranhão e Daniela Favaro Garrossini em 11/10/2011 na edição 663

Comunicação e cidadania: conceitos e processos, de Dione Moura (org.) et al, 304 pp., prefácio de Marco Antonio Rodrigues Dias, Editora Francis, Brasília, 2011

A primeira metade do século 20 tem sido marcada por distintos matizes que circundam epistemologicamente a definição do jornalismo enquanto prática que poderia existir perfeitamente sem a necessidade de uma formação específica ou mesmo da produção de conhecimento sistemático que justificasse a existência e a noção de campo de conhecimento. Tal discussão engloba a definição do jornalismo enquanto prática responsável por desempenhar funções diferenciadas, como: i) prática profissional, ii) objeto científico e iii) campo especializado de ensino.

Enquanto prática profissional, o jornalismo exige o domínio de técnicas e conhecimentos específicos para que o profissional possa atuar dentro de um conjunto de normas deontológicas legitimadas. Enquanto campo de ensino depende, intrinsecamente, do desenvolvimento de metodologias especializadas capazes de possibilitar aos docentes não apenas o repasse automatizado de conhecimento, mas a transmissão de boa formação aos futuros profissionais e enquanto objeto científico, o jornalismo possibilita a abertura de um campo de conhecimento especializado, que inclui a prática jornalística dentro de uma perspectiva que leva em conta um objeto legítimo voltado ao estudo e avaliação científica.

Com base nessa perspectiva, foi lançado pela Editora Francis, o livro Comunicação e Cidadania: Conceitos e Processos organizado pelos professores da Faculdade de Comunicação, da Universidade de Brasília, Dione Oliveira Moura, Elen Geraldes, Fábio Henrique Pereira, Fabíola Calazans, Fernando Oliveira Paulino, Gabriela Pereira de Freitas, Liziane Guazina, Luiz Martins da Silva e Samuel Lima. O livro reúne 19 artigos que tratam da importância do campo comunicacional enquanto fator de coesão e instrumento à mobilização social. São marcos importantes sobre o jornalismo e o campo comunicacional, divididos ao longo de três grandes partes que englobam conceitos relativos à Comunicação, Tecnologias e Cidadania, inseridos na primeira parte, Jornalismo e Cidadania, na segunda parte e, por fim, cabe à terceira explorar questões sobre a produção Audiovisual, Publicidade e Cidadania.

Participação na construção da cidadania

O prefácio é de Marco Antonio Rodrigues Dias, ex-diretor da Divisão de Ensino Superior da Unesco e professor aposentado da UnB. A publicação demonstra ao decorrer de seus 19 artigos um quadro representativo das significativas mudanças pelo qual a comunicação atravessa hoje no cenário mundial. As mudanças estruturais tão sentidas pelos leitores dos jornais frente à mudança de suporte do impresso para o online, a diminuição na oferta de postos de trabalho e a inclusão das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) que transformam o cenário profissional de milhares de jornalistas espalhados pelo país é tema de um dos artigos, que mostra ao leitor uma visão do que ocorre no campo e das tendências que surgem neste cenário de transformações estruturais. E é apartir de temas como esses que se percebe como as mudanças ocorrem de forma rápida e acarretam uma enorme modificação nas relações de trabalho, responsáveis por alterar as rotinas produtivas dentro das empresas comunicacionais.

O livro também aborda questões relacionadas à economia política das indústrias contemporâneas de mídia e conceitos próprios às comunicações globais. São apresentadas formas de convergência para o formato online e como tais aspectos estão inseridos em um contexto de acelerado desenvolvimento tecnológico, que permite ao cidadão o acesso a uma base de informações, não disponível em tempos anteriores.

As Tecnologias da Informação e Comunicação em conjunto à participação do cidadão também é tema de estudos que acompanham ações concretas e como estas estão refletidas nos conceitos de cidadania e a participação social. Assunto essencial e estruturante quando é tratada a abertura de possíveis canais de participação pelos cidadãos na construção da cidadania.

Bases fundamentais para análise e pesquisa

Destaca-se a relevância de estudos apresentados no livro sobre a relação do papel do jornalista e os usos das informações públicas por estes profissionais de imprensa. Isto mostra que o Brasil ainda carece de uma legislação específica que garanta o acesso a informações públicas por parte de jornalistas, minimizando a falta de acesso que pode causar erros graves e prejudicar o fluxo de informação que chega ao conhecimento do cidadão.

O livro apresenta um panorama geral com relação aos conceitos e processos relativos ao campo comunicacional e oferece uma análise para se pensar a relação entre tecnologia, jornalismo, audiovisual e publicidade enquanto pontos essenciais na construção da cidadania. O livro é recomendado a pesquisadores, professores, alunos e interessados em estudar as mudanças e tendências que se esboçam neste campo de análise e oferece condições à ampliação de novos estudos e pesquisas em comunicação e cidadania. A leitura de suas três partes fornece bases fundamentais para uma análise e pesquisa sobre comunicação e cidadania.

***

[Ana Carolina Kalume Maranhão e Daniela Favaro Garrossini são, respectivamente, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação, da Universidade de Brasília e bolsista da Capes, e doutora em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (UnB) e professora do Departamento de Desenho Industrial (UnB)]

ATENÇÃO: Será necessário validar a publicação do seu comentário clicando no link enviado em seguida ao endereço de e-mail que você informou. Só as mensagens autorizadas serão publicadas. Este procedimento será feito apenas uma vez para cada endereço de e-mail utilizado.

Nome   Sobrenome
 
     
E-mail   Profissão
 
     
Cidade   Estado
 
     
Comentário    

1400
   
Preencha o campo abaixo com os caracteres da imagem para confirmar seu comentário, depois clique em enviar.
Recarregar imagem
   
   



Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.

 

Nenhum comentário.

Ana Carolina Kalume Maranhão e Daniela Favaro Garrossini