OI na TV

SECA

A crise hídrica e o meio ambiente

Alberto Dines | Programa nº 751 | 18/11/2014 | 0 comentários

A pior seca na Região Sudeste dos últimos anos já afetou centenas de cidades do interior de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Só em São Paulo são 133 municípios atingidos, além da capital. E, pela primeira vez, a nascente do rio São Francisco, em Minas, secou.

A escassez de água não é novidade. Desde o final do ano passado, a falta de chuva na cabeceira dos rios que abastecem os reservatórios preocupa os ambientalistas. Mas o meio ambiente não é o maior responsável pela catástrofe anunciada. Para o novo relator da ONU para o direito à água e ao saneamento, a crise hídrica é uma questão de planejamento e não de falta de chuvas. O problema já compromete o setor energético e a economia, afetada pelo aumento dos custos de energia decorrente do uso continuado das termoelétricas.

A mídia, que dá amplo destaque ao fenômeno, não faz uma correlação adequada da crise da água com a destruição ambiental. Rádios, televisões e jornais não investem em profissionais especializados e transformam a previsão do tempo em quadro superficial quando o assunto deveria ser tratado com a profundidade merecida.

ATENÇÃO: Será necessário validar a publicação do seu comentário clicando no link enviado em seguida ao endereço de e-mail que você informou. Só as mensagens autorizadas serão publicadas. Este procedimento será feito apenas uma vez para cada endereço de e-mail utilizado.

Nome   Sobrenome
 
     
E-mail   Profissão
 
     
Cidade   Estado
 
     
Comentário    

1400
   
Preencha o campo abaixo com os caracteres da imagem para confirmar seu comentário, depois clique em enviar.
Recarregar imagem
   
   



Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.

 

Nenhum comentário.