Tuesday, 21 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1288

Depois de autores, fotógrafos processam o Google

Os planos do Google de criar uma imensa biblioteca digital podem ser, mais uma vez, afetados – agora, além dos autores e editoras, é a categoria dos fotógrafos que reclama da digitalização de livros. Nesta semana, grupos americanos que representam fotógrafos, ilustradores e artistas visuais – como a American Society of Media Photographers (ASMP), Graphic Artists Guild, Picture Archive Council of America e Professional Photographers of América – informaram que abrirão uma ação contra a gigante de buscas, alegando que os esforços da empresa de digitalizar milhões de livros de bibliotecas violam em grande escala os seus direitos autorais.


A ação assemelha-se à aberta em 2005 pela Authors Guild e Associação Americana de Editoras, que representam escritores e editoras nos EUA. Estes grupos acabaram fazendo um acordo com previsão de indenização de US$ 125 milhões que, se for aprovado nós próximos meses, permitirá que o Google disponibilize a venda de cópias digitais de milhões de livros com edições esgotadas. O acordo também daria a autores e editoras novas maneiras de lucrar com as cópias digitais de suas obras.


O grupo de fotógrafos e artistas gráficos decidiu abrir a ação após não conseguir ser incluído pela corte no acordo, no ano passado. ‘Estamos buscando justiça e uma compensação justa para os artistas visuais cujos trabalhos aparecem nos 12 milhões de livros e outras publicações que o Google ilegalmente escaneou’, disse Victor Perlman, conselheiro-geral da ASMP.


Especialistas legais afirmaram que já era de se esperar que o Google enfrentasse reclamações de grupos que não foram incluídos no acordo original. ‘O Google está tentando controlar e expandir o acesso virtual a todas as informações no mundo. Não é surpresa que o acordo com os autores não ponha fim a todas as batalhas legais’, opinou Scott Moss, professor associado da Universidade de Direito do Colorado. Informações de Miguel Helft [New York Times, 6/4/10].