Friday, 12 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

Jornal de Debates

Brasil Paralelo e a revisão da nossa História

Os pastores evangélicos bolsonaristas com seus urros nos púlpitos defendendo a cloroquina, condenando a vacina, ajudando a disseminar notícias falsas, dizendo que Cristo cura coronavírus, isso não é nada. Atingem com suas mentiras apenas a população de instrução primária, os mais crédulos, chamados de gado ou manada. O risco maior surge quando universitários parecem decididos […]

O mercado de trabalho para o jornalismo cultural

Com muita frequência, sou abordado por alunos de comunicação social, jornalistas recém-formados e profissionais experientes de outras áreas sobre um conflito interno que costumam ter de vez em quando: eles têm consciência de que o mercado de trabalho para o jornalista não anda nada fácil neste século 21 mas, ao mesmo tempo, possuem um desejo […]

Notícias revelam a face do obscurantismo

Se retirarmos as datas referentes aos principais assuntos veiculados na imprensa brasileira nos últimos meses, os leitores, provavelmente, diriam que tais notícias não são de 2017, mas remetem há anos, décadas ou até mesmo séculos. A impressão que temos é que as várias formas de preconceito e todos os tipos de obscurantismo resolveram sair do […]

Erudito sim, indecifrável não

A imprensa muda, as tecnologias avançam, mas se tem uma característica que não desaparece da prática do jornalismo cultural é o hábito de escrever textos indecifráveis sobre o que alguns chamam de produtos e pessoas do universo da cultura erudita. Mas antes de falar deste tema, é preciso deixar claro que se trata de uma […]

Contribuição ao debate

O Observatório da Imprensa publicou na edição passada- 943-  artigos com  pontos de vista divergentes sobre as mudanças na política de comunicação da Universidade Federal de São Carlos. Nesta edição-944-  publicamos a tréplica do Professor Wilson Alvez-Bezerra – “O Narcisismo da nova comunicação da UFSCar” com a resposta do Professor Ednaldo Brigante Pizzaloto – “A […]

A nova gestão e a nova comunicação da UFSCar

Primeiramente, é importante ressaltar que os “descaminhos na gestão da Rádio UFSCar nos últimos meses” aos quais o professor Wilson se refere em sua tréplica não existem. O que ficou evidenciado no primeiro artigo foi uma intolerância ideológica em que tudo que está sendo feito é considerado errado pelo referido professor. E isso foi rebatido […]

O narcisismo suicida da nova comunicação da UFSCar

Numa universidade pública, como é o caso da Universidade Federal de São Carlos, toda discussão sobre a comunicação deve ser, evidentemente, pública. Os rumos e a política dos veículos – rádios, televisões, revistas – que são, por definição, públicos, devem ser o mais transparentes e plurais possível. Assim, trazer tal discussão a uma tribuna livre […]

Demissões na rádio geram polêmica

Tem sido frequente, nos últimos anos, notícias sobre demissões em massa nas redações de grandes veículos da imprensa brasileira. Desnecessário é retomar o tema do encolhimento das equipes que, inequivocamente, tem justificativas de ordem financeira. De natureza bem diversa é um passaralho em uma rádio pública de uma universidade pública, pois essa não deve, por […]

A polêmica cobertura da greve geral

Na sexta-feira (28/4) boa parte dos brasileiros interrompeu suas atividades cotidianas para participar de uma greve geral organizada em reação as reformas trabalhistas propostas pelo governo de Michel Temer. Como é de praxe, a imprensa hegemônica brasileira, ligada aos interesses dos grandes capitalistas, não mostrou nenhum tipo de simpatia por mobilizações da classe trabalhadora. Em […]

Uma tentativa de censura velada

O tema é suicídio. Ressalto que escrevo como sociólogo (sobretudo de maneira coloquial), não como crítico de cinema ou profissional da área da saúde, os quais podem ter visões bem distintas sobre o assunto. Já faz algum tempo que séries de televisão alcançaram patamares de visibilidade e aceitação de críticas impensáveis há algum tempo atrás. […]

A ciência está matando as mulheres?

As manifestações no Brasil e em todo mundo por ocasião do Dia Internacional da Mulher, que este ano se articularam em torno do movimento global “8M”, têm promovido intensas articulações para ocupar as ruas e também têm proporcionado uma variedade de debates e reflexões acerca das questões de gênero e dos feminismos na sociedade. Um […]

O “isentão” e a neutralidade ideológica

Em meio à polarização que inflama os fóruns digitais, ganhou notoriedade uma linha argumentativa supostamente avessa a todos os flancos que porventura participem dos debates. A tendência, calcada no repúdio indiscriminado à esfera política, atrai descontentes que não querem se comprometer com programas e legendas. A eles ficou associada a alcunha “isentão”, que já entrou […]

A crise na relação governo-cidadãos

O Rio de Janeiro teve, em sua história, vários governos que causaram danos à sua população, seja por ganhos políticos, seja por incompetência administrativa, seja por interesses econômicos. Talvez haja no seu percurso histórico uma terrível proporção entre a beleza estonteante da cidade e os casos de má administração da coisa pública. E estamos vivendo […]

O diferencial da liberdade de expressão

A última fala do presidente Obama, dos Estados Unidos, reconhecendo e valorizando a atuação institucional da imprensa, que está amplamente divulgada na mídia nacional e internacional, cria oportunidade para esclarecer sobre certos equívocos repetidos em websites da internet  em que a liberdade de expressão é tida erroneamente como manifestação de opiniões e ideias “pessoais” (1). […]

O viés anti-evangélico de “O Globo”

O teólogo alemão Martin Niemöller (1892-1984), luterano, é o autor de uma das adaptações de um poema do russo Wladimir Maiakovski (1893-1930): “E Não Sobrou Ninguém”, tratando sobre o significado do Nazismo na Alemanha: “Quando os nazistas levaram os comunistas, eu calei-me, porque, afinal, eu não era comunista. Quando eles prenderam os sociais-democratas, eu calei-me, […]

Caim e o homem cordial

Atravessei a infância e a adolescência à sombra do Ato Institucional nº 5, o hiato da ditadura que alienou uma geração de jovens de todos os ideais políticos, das liberdades e do direito à expressão. Por uma dessas ironias da vida, cresci em frente a uma grande fábrica na Tijuca (a Brahma), que ficava ao […]

A espiritualidade do jornalismo

No 25 de dezembro se comemora o nascimento de mestres espirituais de várias religiosidades que, ao longo da história da humanidade, moveram e movem consciências e condutas de bilhões de pessoas, tencionando o pensar dos sentidos de ser e existir na mundanidade cotidiana. Todas as religiosidades implicam espiritualidades, cujos pressupostos, no Ocidente, são repensados de […]

O bêbado e o jornalismo

“O modo como enxergamos o mundo seria muito diferente se todos os nossos julgamentos pudessem ser isolados da expectativa e baseados apenas em informações relevantes”, ou ainda: “É fácil seremos vítimas das expectativas, e é também fácil explorá-las diante dos outros.” Essas são reflexões trazidas pelo físico estadunidense Leonard Mlodinow, no livro O andar do […]

A lição crítica das ocupações de escolas

Lá atrás, Immanuel Kant (1724-1804) dizia que a sociedade era mantida autoritariamente num estado a que chamou de “menoridade”, ou seja, a incapacidade de servir ao seu próprio entendimento, de pensar e agir a partir de sua própria análise crítica. Em outras palavras, era como se a sociedade não tivesse capacidade de tomar conta de […]