Thursday, 19 de May de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1188

Artigos de Guilherme Scalzilli

A imprensa lavajatista condenou o STF

Após a decisão favorável a Lula, houve desgaste inédito no apoio que o STF desfrutava junto aos círculos responsáveis pela popularidade da Lava Jato. O fenômeno pôde ser constatado, através das manifestações de colunistas e fontes especializadas da mídia corporativa, nos espaços regulares dos veículos e nos perfis de redes virtuais. A grande imprensa apaixonou-se […]


O regime da pós-mentira

Quando o ministro Ernesto Araújo afirmou que o Partido Nacional-Socialista alemão era de esquerda, proferiu uma bobagem flagrante que chocou o planeta. Mas o chanceler poderá sempre alegar que não mentiu, apenas expôs um juízo pessoal que, “por acaso”, contraria a verdade. Sorte da opinião, azar dos fatos. E da História. Embora particularmente ofensiva, a […]


Idealização de Boechat precisa ser questionada

O volumoso necrológio do jornalista Ricardo Boechat foi digno de sua importância para a história da profissão no país. A trajetória pelos maiores veículos noticiosos e o vasto rol de premiações explicam as homenagens unânimes dos colegas. Verdadeira celebridade, recebeu merecida comoção popular diante da tragédia estúpida que o atingiu. Mas seria indigno da memória […]


A mídia naturalizou o fascismo

Tudo começou com o estranho ataque a Jair Bolsonaro. Numa rapidez incomum, os veículos de comunicação trataram de acatar não apenas a versão oficial, mas também a dos círculos próximos ao candidato. O ceticismo geral foi aplacado a golpes de moralismo civilizatório. A imagem da vítima dominou os espaços nobres do noticiário por semanas, garantindo […]


O “isentão” e a neutralidade ideológica

Em meio à polarização que inflama os fóruns digitais, ganhou notoriedade uma linha argumentativa supostamente avessa a todos os flancos que porventura participem dos debates. A tendência, calcada no repúdio indiscriminado à esfera política, atrai descontentes que não querem se comprometer com programas e legendas. A eles ficou associada a alcunha “isentão”, que já entrou […]


A intelectualidade sob pressão

A tentativa de aniquilar o Ministério da Cultura, os expurgos na Empresa Brasil de Comunicação e as intervenções do governo interino em órgãos científicos são reflexos administrativos de um fenômeno mais amplo. Seja por ações judiciais, seja em textos na mídia tradicional e na internet, multiplicam-se investidas cerceadoras ou difamatórias contra acadêmicos, artistas e jornalistas […]


O ceticismo necessário diante do discurso oficial

A denúncia de que o governo dos EUA mentiu sobre o assassinato de Osama Bin Laden comprovou a necessidade de mantermos cuidado especial com informações veiculadas em certos contextos dramáticos. Sob a comoção provocada por ataques terroristas, essa cautela pode fornecer o único antídoto contra radicalismos e xenofobias de toda espécie. Um caso que ainda […]


Omissão judicial diante dos conglomerados midiáticos

Os profissionais de cinema deveriam se mobilizar para que o Judiciário respeite o disposto no Decreto 8.286/2014 e na Instrução Normativa 117 da Ancine, que obrigam os exibidores a fornecer contrapartidas à filmografia brasileira. A cada decisão judicial contrária [http://www.conjur.com.br/2015-mai-24/atribuicao-efeito-suspensivo-agravo-exige-risco-lesao], esse caminho vai ficando mais inviável, ameaçando a sobrevivência da nossa cultura audiovisual em médio […]


Por que esconder as contas na Suíça?

Apenas Fernando Rodrigues sabe quem são os brasileiros que abriram contas bancárias na filial suíça do HSBC. Mas ele não divulga esses nomes. Até agora, só identificou dados restritos a 2006 e 2007, envolvendo trinta pessoas citadas na já seletiva Operação Lava Jato. O resto, mais de oito mil e quinhentas contas, fica em segredo. […]


Não em nome do ‘Charlie Hebdo’

Na disputa shakespeariana sobre ser ou não ser Charlie, a tragédia em Paris serviu como reforço argumentativo para versões curiosas da liberdade de expressão, convenientes a cada grupo ou setor produtivo. Depois de tudo que se escreveu, resta a sensação de que esse conceito ficou ainda mais fragilizado e inatingível. Sempre haverá espaço para discutir […]


Todos com Marina

A figura pública de Marina Silva foi longamente construída para transformá-la em candidata presidencial. Apesar dos esforços despendidos, houve quem duvidasse do projeto. As teimosias da ex-senadora afastavam apoios de amplo espectro, resultando numa base partidária pequena, esparsa e amadorística. As trapalhadas no registro da Rede e a submissão aos planos do PSB deixaram-na em […]


Inteligência padrão Fifa

Dois grupos humanos predominam entre os inimigos da Copa do Mundo: os incautos e os maliciosos. Os primeiros compartilham uma singela ignorância acerca das bases econômicas, administrativas e legais de eventos desse porte. Pouco importa se são desinformados, crédulos ou preguiçosos, pois a sinceridade os redime. Eles acreditam mesmo que o governo federal construiu estádios […]


Marco zero

O Marco Regulatório das Comunicações ocupa espaço privilegiado nos debates da esquerda brasileira. Entre seus ativos defensores, além da blogosfera mobilizada [http://www.fndc.org.br/], há o ex-ministro Franklin Martins (que tanta falta fez ao governo Dilma Rousseff) e várias entidades ligadas ao setor, reunidas numa Frente Parlamentar [http://frentecom.wordpress.com/] que aglutina os resultados das consultas públicas realizadas nos […]


A primeira à esquerda

Foram exatos dez anos de colaboração ininterrupta com a Caros Amigos. Cento e vinte artigos depois, a aventura terminou. A iniciativa partiu da Redação, empenhada numa reforma que diminuiu as colunas opinativas em proveito de novos espaços para ilustrações, entrevistas, perfis e reportagens. Apesar da tristeza, apoio as mudanças e aceito o fim necessário dessa […]


Um jornal que não dá mais pra ler

Decido cancelar minha assinatura da Folha de S.Paulo depois de quinze anos. Hesitei muito porque ela foi um baluarte jornalístico para minha geração. Ali acompanhei, adolescente, o movimento Diretas-Já. Colecionava encartes, discutia editoriais. Sonhava em fazer parte do quadro de colunistas do jornal. A Folha era bacana, moderna, quase obrigatória.Planejava o divórcio há algum tempo, […]


O esterco ideológico

Mentes autoritárias poderiam enxergar indícios conspiratórios na edição de 18 de fevereiro do caderno Ilustrada, da Folha de S.Paulo. Afinal, em plena discussão do Projeto de Lei 29, que sofre ataques das operadoras de TVs por assinatura, o caderno publicou três páginas inteiras contendo elogios a elas. O pretexto da iniciativa foi uma crítica do […]


Bravateiros culpam propaganda oficial

Faltos da autocrítica necessária para explicar a própria desmoralização perante a sociedade, bravateiros midiáticos de várias estirpes decidiram culpar as propagandas oficiais. Ignoram, por motivos óbvios, a grande imprensa oposicionista ou os investidores alinhados aos seus interesses. Preferem repudiar os anúncios que financiam veículos ‘menores’, acusando-os de irrelevantes e ideologicamente comprometidos com a base de […]


Deformações jornalísticas

Nos esporádicos eventos que exigem apresentações (entrevistas, por exemplo), é comum haver referências à minha atuação como ‘jornalista’. Dentre todas as alcunhas imerecidas, esta provoca mais desconforto, porque não tenho formação na área, jamais pretendi exercer a atividade e tampouco acredito exercê-la. Tento desfazer o equívoco, mas os interlocutores argumentam que minhas colaborações regulares para […]


Os efeitos da altitude na mídia brasileira

Na noite de quarta-feira (14/2/07), o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Real Potosí, pela Copa Libertadores. O jogo foi realizado na Bolívia, a quase 4 mil metros do nível do mar. Alguns jogadores brasileiros passaram mal no segundo tempo e chegaram a utilizar um cilindro de oxigênio para recuperar o fôlego.A diretoria […]


Por trás do caso Battisti

A imprensa oposicionista transformou a concessão de asilo político a Cesare Battisti em novo factóide contra o governo Lula. Tudo soa muito previsível, inclusive o tratamento rasteiro dos fatos, como já virou praxe nos grandes diários, impressos e televisionados. Mas a real motivação desses ataques grosseiros esconde-se na retórica tortuosa com que o noticiário envolveu […]