Sunday, 16 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Divulgação de documentos pode prejudicar tropas no Afeganistão

O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, alertou na semana passada que a divulgação, pelo site Wikileaks, de material secreto de documentos de guerra do Afeganistão poderia prejudicar a segurança das tropas no país. O Wikileask divulgou 77 mil documentos do exército dos EUA sobre a guerra e tem planos de tornar públicos mais 15 mil, mesmo com o alerta de colocar em perigo informantes e outros identificados nos documentos. ‘Acho muito infeliz publicar papéis confidenciais que podem comprometer a segurança de nossas próprias tropas e também de cidadãos afegãos’, alertou Rasmussen.

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, está enfrentando uma investigação por promotores suecos, por conta de uma acusação por estupro. Assange, de 39 anos, disse que as acusações fazem parte de uma campanha difamatória destinada a desacreditar o site. Os EUA e a Otan têm mais de 150 mil soldados no Afeganistão para combater insurgentes, que se rebelaram desde que o regime talibã foi tirado do poder, após a invasão dos EUA em 2001. Informações da AFP [11/9/10].