Tuesday, 21 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1288

Jornalista assassinado em emboscada

Dois homens armados em uma motocicleta assassinaram o jornalista Bert Sison na cidade filipina de Sariaya, ao sudeste da capital Manila. Sison, de 60 anos, dirigia para casa na noite de segunda-feira (30/6), na companhia de duas filhas, quando sofreu a emboscada. Ele foi atingido diversas vezes e morreu no local, segundo informações da polícia. A filha mais velha do jornalista, Liwayway Andaya, de 30 anos, foi atingida na mão quando tentava fugir dos agressores. A mais nova, Amirah Sison, de 24 anos, escapou sem ferimentos ao se fingir de morta.


Sison era correspondente do semanário Boletim Regional, publicado na província de Quezon, e apresentava um programa de rádio. Ele é o terceiro jornalista morto nas Filipinas no primeiro semestre de 2008 e o 58º desde que a presidente Gloria Macapal Arroyo assumiu o poder, em 2001. Em declaração, o Sindicato Nacional dos Jornalistas das Filipinas condenou o ataque, afirmando que ele é ‘apenas prova da cultura da impunidade alimentada pela ineficácia do governo diante de assassinatos de jornalistas’. Informações da AP [1/7/08].