Saturday, 15 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Manchete forjada

Primeira página do jornal O Estado do Maranhão, de propriedade da
família Sarney, de sexta-feira (14/10). A manchete forjada espelha a forma de
utilização política dos meios de comunicação dos Sarney. A faixa da foto foi
colocada nas ruas de Macapá apenas para sair no jornal.






A manchete é mentirosa: o governador José Reinaldo e a primeira-dama,
Alexandra Tavares, não foram vaiados, ao contrário, muito aplaudidos pelos 15
mil manifestantes que foram ouvir os discursos de apoio em defesa dos mandatos
de João Alberto Capiberibe e de Janete Capiberibe. Havia mais três faixas
ofendendo o senador Cristovam Buarque, o governador Jorge Vianna e a deputada
Luiza Erundina.


Os Sarneys usam o jornalismo para fazer política com total falta de ética,
pois forjam notícias contra seus adversários.


Na eleição de Roseana Sarney em 1998, o jornal da família Sarney forjou
notícia para prejudicar o adversário Epitácio Cafeteira, acusando-o de ser
mandante da morte de um motorista que atropelou e matou seu cunhado. Cafeteira
perdeu as eleições e logo depois o motorista apareceu vivo e disse que havia
recebido dinheiro para se esconder no interior do Pará.

******

Jornalista