Saturday, 18 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1288

Mais para Jarbas que para Garotinho

Mencionada no P.S. da nota anterior, ‘Anatomia de um crime’, a especulação sobre um eventual acerto entre o PSDB e o PMDB pelo qual o vice de Alckmin seria ninguém menos do que Anthony Garotinho – levantada na coluna de Dora Kramer no Estado de hoje – parece ter escassas chances de futuro.

A avaliação é de pessoa familiarizada com o que rola no ninho tucano e que comentou o assunto em confiança.

Segundo a fonte, se o PSDB fizer negócio com o PMDB – partindo do pressuposto de que a sigla não terá candidato próprio ao Planalto –, o mais provável vice de Alckmin seria o governador reeleito de Pernambuco Jarbas Vasconcelos. De acordo com pesquisas recentes, os seus conterrâneos o põem nas núvens. E os tucanos, como se sabe, são chegados a uma pesquisa.

Jarbas, de 65 anos, foi prefeito de Recife duas vezes. Deixa amanhã o governo estadual a fim de ficar livre para o que der e vier. No mínimo, será candidato a senador.

Se a crise da Caixa não derrubar a popularidade que o presidente Lula conseguiu recuperar depois do transe do mensalão, o PMDB poderá fechar com ele para um segundo mandato. Nesse caso, quem poderia ser o seu vice? Outro pernambucano. Isso mesmo: Jarbas Vasconcelos.

O homem tá que tá. Já é hora de a mídia colocá-lo no seu radar.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.