Thursday, 20 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Tenham dó dos leitores

Decerto externando a vontade da esmagadora maioria dos compradores de jornal – ou da parcela deles que se detém no noticiário político – rogo a todos os colegas enfiados na areia movediça da cobertura da escolha do candidato presidencial tucano que tenham piedade do público.


Ninguém tem mais paciência para ler matérias do gênero “Serra procura ganhar tempo e frustra Tasso” [Folha de hoje], “PSDB ganha tempo para se definir” e “Não basta dizer sim para encerrar disputa, avisa Alckmin” [Estado], “Tasso dirá a Serra que decisão sobre a candidatura está em suas mãos” [Globo].


Pelo menos o Valor tentou se livrar da mesmice – mas com resultados duvidosos. Concentrou-se na repentina e misteriosa viagem do governador Aécio Neves ao Canadá, “por motivos pessoais e particulares”, como o tucano informou [?] a Assembléia Legislativa mineira.


O jornal não dá a mais remota pista de quais possam ser tais motivos. Mas, na base do “não tem tu, vai tu mesmo”, bordou a especulação de que a viagem “sugere um plano B do tucanato” – ou, como se lê no título da matéria, um tanto chegado ao promocional, “Aécio cresce no vácuo da guerra Serra x Alckmin”.


A própria reportagem adverte às folhas tantas que a hipótese de Aécio desbancar a dupla paulista em guerra “é vista com grande ceticismo”, pois “nem Serra e nem Alckmin, sobretudo o último, abririam espaço para uma solução intermediária”.


Sem falar que, salvo um terremoto nas Alterosas, Aécio está com a reeleição garantida para o Palácio da Liberdade.

***

Serão desconsideradas as mensagens ofensivas, anônimas e aquelas cujos autores não possam ser contatados por terem fornecido e-mails falsos.