Monday, 24 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Dia Nacional de Luta em Defesa da Profissão

Neste 26 de outubro, Dia Nacional de Luta em Defesa da Profissão, o TRF da 3ª Região (Av. Paulista, 1.842, Torre Sul, São Paulo) julgará o recurso da Fenaj e do Sindicato dos Jornalistas de SP contra a decisão que excluiu a exigência do diploma universitário como requisito para o exercício do jornalismo. Empenhadas em reverter a decisão e recuperar um dos pilares da profissão, entidades sindicais e profissionais em todo o país programaram ações para sensibilizar o Judiciário, com ênfase em São Paulo.


A grande maioria dos sindicatos destacou o movimento, batizado de ‘Outubro Vermelho’. Na Bahia, os representantes dos jornalistas divulgam a campanha nos locais de trabalho e promovem debates. Em Santa Catarina, as atividades se concentram em Chapecó e São Miguel do Oeste. Em Chapecó haverá uma ‘Corrida de Revezamento’ em torno da praça principal da cidade, e o ‘bastão’ será um diploma. No Ceará estão sendo distribuídas fitas vermelhas para uso nos braços, punhos e antenas dos carros. Também estão programadas visitas a universidades e locais de trabalho com a camiseta da campanha e balões vermelhos.


A orientação geral é para que toda a categoria vista vermelho no dia 26 de outubro. Já confirmaram presença no ato/vigília que a categoria fará no dia 26, em São Paulo, delegações de Alagoas, Ceará, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Santa Catarina e Paraná.


Jornalistas da cidade de Macaé, no Norte Fluminense, promovem às 20h, no auditório do Sindicato dos Petroleiros (Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257, Centro, mesa-redonda com Carlos Moraes, coordenador do Curso de Comunicação Social da Faculdade Salesiana de Macaé, e Vitor Menezes, jornalista do Sindipetro-NF e professor de Jornalismo.