Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Edição: 12

Livros

§ Jornalismo brasileiro: no caminho das transformações (Brasília, Banco do Brasil, 1996), resultado dos dois primeiros Seminários de Comunicação organizados pelo Banco do Brasil e pelo Labjor (1994 e 1995; o terceiro realizou-se em Brasília no final de novembro último), é um retrato indispensável dos meios de comunicação brasileiros numa conjuntura de acelerada transição. Constata-se o crescimento […]

96, o ano em que o rabo se soltou

O slogan da Folha de S.Paulo, jornal-paradigma, astro-rei da mídia impressa – "De Rabo Preso com o Leitor" -, foi ultrapassado pela própria dinâmica jornalística.  Não foi um ano bom para a Folha. Não foi um ano bom para todos os veículos impressos que, pelo país afora, adotaram aviltantes maneirismos mercadológicos e exacerbaram o opinionismo. Todos os passes de […]

A técnica do sensacionalismo

A Folha de S.Paulo publicou em 13/12/96, pouco acima da dobra da primeira página, o seguinte título, em português, para variar, estropiado: "Moradores de rua em S. Paulo crescem 32%". No texto da chamada, de onze linhas e meia, há ainda quatro porcentagens devidamente paramentadas com duas casas decimais depois da vírgula, velho truque usado para […]

As últimas da revista

Os exímios responsáveis pela quinta maior revista semanal do mundo resolveram tocar algumas oitavas abaixo. Assumiram que a classe sócio-econômica A-B merece informação classe C-D em matéria de padrão cultural. A apelação populista é flagrante, dá na vista, nem se dão ao trabalho de publicar as críticas dos leitores, apenas as correções indispensáveis. Também pode […]

Por que os jornais tanto temem o Judiciário?

Xingar o presidente dá fama de corajoso, injuriar um ministro ou alto funcionário dá prestígio nos botequins onde o "pool" se reúne, dar uma banana na TV ao Legislativo faz disparar meia dúzia de embasbacadas dissertações de mestrado. Ninguém ousa dizer que o Judiciário precisa de controles efetivos da sociedade, que seus privilégios pecuniários são […]

Oposição a Chomsky

Tive o privilégio de participar da entrevista de Noam Chomsky no Roda-Viva [transmitida pela TV Cultura em 9/12/96). Minha participação reduziu-se a duas perguntas porque, pelas longas respostas, os entrevistadores não tiveram muito que perguntar.  Os pontos de vista de Chomsky sobre a mídia, de modo geral, me parecem muito absolutos. Ele me dá a […]

Amnésia em jornal é crime de lesa-pátria

* Quarenta anos do movimento concretista na poesia e nas artes plásticas. O Mais! da Folha, o Cultura do Estadão, o Segundo Caderno de O Globofartaram-se em falar de Décio Pignatari, dos irmãos Campos. Ninguém falou de um dos mais importantes desdobramentos plásticos do concretismo: a reformulação gráfica do Jornal do Brasil em 1956, obra do grande escultor mineiro Amílcar de […]

Os 15 minutos das mulheres dos craques

Na edição de 30 de outubro, a trepidante Veja publicou uma desairosa reportagem contra as ex-mulheres dos craques de futebol que "ganham carona na fama e na fortuna" dos ex-maridos ("ganhar carona" é a forma sofisticada de dizer "pegar carona"). Matéria pesada, preconceituosa, só falta considerar estas senhoras casadas, de papel passado, como pertencentes à mais antiga […]

Online estático

Meritório o serviço de tradução dos textos principais de grandes jornais oferecido pelo Universo Online, mas vez por outra a derrapagem passa da medida. Em 19/12/96: "Grupo de guerrilhas marxistas que detiveram centenas de reféns em um ataque meticulosamente planejado na residência do embaixador japonês (….) Na noite de quarta, as guerrilhas permitiram que quatro […]

Os vigilantes estão cansados

Quando o Jornal da Tarde publicou a denúncia sobre as trapaças de Celso Pitta no mercado financeiro e o Banco Central anunciou que investigaria o caso, duas das mais destacadas vestais do opinionismo paulistano denunciaram a instituição por subir no palanque eleitoral.  O "jurista" Saulo Ramos conseguiu dobrar os "juristas" eleitorais e, na véspera do 1o turno, apareceu […]

Agradecimento aos nossos interlocutores

Caros leitores do OBSERVATÓRIO que tiveram a paciência de nos fornecer, mediante o preenchimento do questionário Quem é você?, preciosas informações que nos ajudarão a ficar mais perto de todos: muito obrigado!  Nossa lista dos primeiros 57 respondentes (de 29 de novembro até 14 de dezembro) abrange uma faixa etária que vai dos 13 aos 63 anos […]

Nelson de Sá

"(….) Até aí, nada de novo, no Itaim Paulista ou em qualquer outro bairro da periferia paulistana. Policiais estão sempre a invadir, como no caso, sem mandado, para espancar, torturar, abusar.  Singular, no registro da Globo, é a suposta motivação:  – O delegado que investiga o caso afirmou que a equipe cometeu abusos [inclusive torturar […]

Luiz Antonio Mello

"(….) O que Elvis sabia fazer era cantar, rebolar e conquistar garotas no cinema. Só. Nunca deixou de confessar sua ignorância sobre outros assuntos, mas a nova inquisição quis saber por que ele se fardou e foi para a guerra, por que não apoiou a deserção em massa da Guerra do Vietnã, por que isso, […]

O Quarto Poder no Divã

Sou estudante de Jornalismo e estou no último período. Estou preocupadíssima com o meu futuro profissional. Além do desemprego e dos baixos salários, estou me deparando com algo pior ainda: o preconceito da sociedade contra nossa profissão.  Acho extremamente importante que os grandes jornais façam essa autocrítica publicamente. Quem sabe isso venha a repercutir positivamente […]

Nelson de Sá

"(….) Até aí, nada de novo, no Itaim Paulista ou em qualquer outro bairro da periferia paulistana. Policiais estão sempre a invadir, como no caso, sem mandado, para espancar, torturar, abusar.  Singular, no registro da Globo, é a suposta motivação:  – O delegado que investiga o caso afirmou que a equipe cometeu abusos [inclusive torturar […]

Esgota-se o ciclo dos fascículos-anabolizantes

(Este texto tem mais de 200 linhas: é mais cômodo imprimi-lo antes de ler.)  O esgotamento da "brindo-dependência", fenômeno que consiste em promover a vendagem de jornais mediante a oferta de fascículos encartados, e contra o qual tem sistematicamente alertado Alberto Dines, esgota seu potencial. Reportagem de Claudia Afflalo no jornal Meio&Mensagem de 16/12/96 dá, desde o […]