Thursday, 13 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Edição: 834

Superioridade argentina

Reconheçamos: são melhores, inclusive no cinema, literatura, jornalismo, religião estatal, violações dos direitos humanos, e futebol. Nas esferas da corrupção e descalabros, os escândalos da Petrobras nos garantiam um confortável primeiro lugar quando, de virada, los hermanos exibiram indiscutível superioridade. Lá como cá a roubalheira tem altas doses de audácia e despudor, porém fomos miseravelmente […]

O discurso maniqueísta

Se houvesse uma palavra para descrever sucintamente a linguagem da imprensa do Brasil neste início de século, ela seria: “maniqueísmo”. Esse é o principal sintoma da crise de inteligência que afeta a mídia tradicional em quase duas décadas, período em que, contraditoriamente, se esperava um alargamento da reflexão no ambiente midiático, como um dos resultados […]

Os flagelados de São Paulo

A manipulação de fatos e indicadores entrou tão fundamente no processo de produção da mídia tradicional no Brasil que mesmo o leitor crítico, que pela experiência sai vasculhando contradições e inconsistências, tem dificuldade para encontrar o viés que os editores querem impor ao público. Não basta analisar as manchetes e avaliar as escolhas de destaques […]

Os anos de sangue

Consciente de que a história e o jornalismo constituem uma recusa ao ponto final, esta série pretende ser uma convocação para o interminável exercício de lembrar. Cada um dos 7.665 dias que compõem os 21 anos de chumbo oferece algo penoso a ser lembrado. O culto da efeméride, além de enganoso, é simplista e a […]

Quem sai no retrato

Os jornais de quinta-feira (22/1) refletem uma circunstância corriqueira na relação da imprensa com o poder político e reproduzem o estado de guerra que domina o ambiente midiático. As manchetes e outros títulos de destaque nas primeiras páginas procuram exacerbar as dificuldades da economia nacional, ao mesmo tempo em que tentam colocar o problema de […]

Jornal fechado por demonstrar apoio ao ‘Charlie Hebdo’

Autoridades iranianas suspenderam a licença e encerraram as atividades do jornal reformista Mardom-e-Emrooz depois que o veículo publicou uma foto do ator americano George Clooney juntamente à manchete “Eu também sou Charlie”. O jornal estava em seu primeiro mês de atividade. O encerramento da publicação ocorreu após queixas de uma série de meios de comunicação […]

Pichação na Wikipédia: banco não pode difamar

Na coluna mundana do domingo (18/1), a Folha de S.Paulo noticiou que partiu de um dos computadores do BNDES uma alteração nos perfis da Wikipédia dos jornalistas Franklin Martins, Tereza Cruvinel, Alberto Dines e da deputada estadual Manuela d’Ávila (PCdoB-RS), todos incluídos na categoria “Comunistas do Brasil” da dita enciclopédia. A colunista Mônica Bergamo, autora […]

O incitamento à violência nos comentários

O jornal Tribuna de Minas, diário da cidade de Juiz de Fora (MG), fez uma reformulação em seu portal e agilizou a publicação dos comentários dos leitores às suas reportagens. Contudo, permitiu que o espaço se transformasse num campo de guerra em que os leitores, quase invariavelmente, pedem a pena de morte e o extermínio […]

Um caso de simpatia quase amor

Os profissionais de comunicação corporativa costumam dizer que gestão de crise é o conjunto de ações para evitar que piore tudo que já está ruim. Trata-se, portanto, de conter o fluxo de notícias e opiniões negativas e, se possível, ocupar o tempo e o espaço com conteúdos positivos, ou, no mínimo, neutros. A tarefa fica […]

Para entender a islamofobia alemã

Mais uma vez, mais de dez mil pessoas saíram às ruas em Dresden, capital da Saxônia, sob o comando do movimento Pegida, para protestar contra o que elas chamam de “islamização” do “ocidente” (é bom lembrar que a América Latina também não é considerada como ocidental). Embora caricaturistas franceses tenham se distanciado do movimento e […]

Escrachar é preciso

É fundamental escrachar Maomé. Que me perdoem os muçulmanos: não é pessoal. Porque também é preciso escrachar Jesus e Moisés. Assim como Buda ou Oxalá. É preciso escrachar, tornar óbvias, apresentar para que todos as vejam, contradições e pequenas hipocrisias. É preciso escrachar PT e PSDB, republicanos e democratas, trabalhistas e conservadores, estas duplas bipartidárias […]

A imprensa se refresca e esvazia o senso crítico

O ano de 2015 começou escaldante, numa continuidade do anterior, marcado como o mais quente do planeta desde 1880, quando a temperatura da Terra começou a ser registrada. A imprensa noticiou os boletins da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (Noaa) e da Nasa (Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço), ambas dos Estados Unidos, com a […]

A rebelião de existir

Dois dias atrás [sexta-feira, 16/1] o blogueiro Raif Badawi foi retirado da cela que ocupa numa prisão de Jidá logo cedo e submetido a uma avaliação médica. O teor do diagnóstico alterou a programação agendada para o fim da tarde: diante da insuficiente cicatrização de seus ferimentos, o jovem saudita não estava apto a suportar […]

Como o Facebook pode ser útil para jornalistas

A partir de um documento do Facebook que indica a jornalistas como a rede social pode ser mais bem aproveitada por eles, o especialista em comunicação digital Giácomo Degani fez um resumo das principais dicas e informações. Leia mais Como o Facebook pode ser útil para jornalistas

A seletividade de nobres sentimentos

Todo atentado à vida humana é inadmissível. Qualquer um que, munido de suas crenças, razões ou princípios, venha a cometer atos de violência contra o seu semelhante deve ser exemplarmente punido. A chacina de doze pessoas ocorrida na sede do semanário parisiense Charlie Hebdo reforça de forma cruel o quanto a intolerância e a incapacidade […]

Je suis Charlie

Excelente programa. Deveria ser reprisado, passado para estudantes, divulgado. Parabéns ao Dines e aos três participantes (Marília Bandeira, programadora visual, Rio de Janeiro, RJ)   Programa do OI de 13/01/2015 Caro Alberto Dines, em primeiro lugar gostaria de comentar que aprecio muito o seu trabalho e a abrangente visão que nos propiciam o site e […]

A ojeriza francesa a fanatismo religioso

Como mostraram as manifestações do domingo, as maiores até hoje realizadas na França, o atentado contra o “Charlie Hebdo” suscitou um vasto movimento de solidariedade às vítimas e em defesa da liberdade de imprensa. Na circunstância, convém situar os eventos em sua perspectiva histórica. Note­se, de início, a especificidade do anticlericalismo francês. Historiadores ponderam que […]

De sigilos e fontes

No momento em que a discussão sobre a liberdade de imprensa e seus limites atinge seu auge, um caso de enorme relevância deve ser julgado em breve pelo STF (Supremo Tribunal Federal) envolvendo um dos inúmeros aspectos desse tema. Trata-se de uma reclamação [Reclamação n° 19.464] apresentada pela ANJ (Associação Nacional de Jornais), por meio […]

Regulação das comunicações e a base aliada

Como em todo princípio de governo petista, volta à baila o tema da regulação das comunicações. Nos três mandatos anteriores, um dos principais motivos alegados para não tratar do assunto foi a falta de vontade política para enfrentar a toda poderosa Globo. Mas, vamos analisar o caso da radiodifusão, talvez a questão mais sensível entre […]