Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

As novas mídias como mecanismo de difusão de conteúdo

As estratégias de publicidade e marketing feitas na internet hoje são essenciais para as organizações. Inicialmente os únicos tipos de divulgação existente eram os spams e os banners. Nos dias de hoje, a internet tem várias ações para serem exploradas na promoção de marcas e venda de produtos e serviços. Algumas empresas de tecnologia e agências de propaganda têm se especializado na comunicação e interação das empresas com os clientes nesses novos meios de comunicação.

Visando a aperfeiçoar as ações de marketing em cada mecanismo, é necessário que previamente seja feito um levantamento de público alvo. Dessa maneira o trabalho pode ser especificado em cada mídia. Outra iniciativa interessante é o levantamento das ações dos concorrentes nas áreas similares, analisando-as e destacando o que há de bom e o de ruim no trabalho do concorrente. A partir disso, podem-se evitar eventuais erros. Atualmente, um dos grandes meios de divulgação online são as redes sociais. Esses mecanismos vêm se tornando essencial dentro do processo de comunicação de uma empresa, não só pelo direcionamento, mas também pelo grande feedback recebido nesses meios de comunicação.

Os principais benefícios dessas ferramentas são: melhor direcionamento de público-alvo, preço inferior ao das mídias tradicionais, ampla cobertura, funcionamento continuo e difusão de mensagem como entretenimento, fazendo com que a ação seja menos evasiva ao usuário da web. Os principais sites de relacionamento hoje utilizados na divulgação são: Facebook, Orkut, Twitter e YouTube. O Facebook atinge ainda um público mais elitizado (classes A e B), mas vem a cada dia se democratizando e começa a atingir outras camadas sociais. A utilização do site para a divulgação de uma marca é bastante interessante, pois ele suporta arquivos de várias mídias diferentes e tem o maior número de usuários no Brasil, segundo a revista IstoÉ.

O caso do mobile marketing

O grande dilema das empresas ao usarem essas redes sociais é se utilizam um perfil ou se criam um fan page para a divulgação do material. A sugestão é que inicialmente seja criado um profile, e que a partir dele seja formada uma vasta gama de amigos. Em sequência deve-se direcionar, através de chamadas, o público do perfil para página. Quando a fan page adquirir um bom número de pessoas, deixa-se o perfil de lado e trabalha-se apenas com ela. O Orkut, por sua vez, uma rede social em decadência, ainda tem seu público, classes C e D em sua maioria. Um grande potencial de divulgação existente nesse site são as comunidades. Por meio delas é possível fazer um marketing direcionado, ou seja, focando apenas o grupo interessada em seu produto.

O Twitter também é um mecanismo muito conveniente na comunicação organizacional, seu uso para a publicação de informações sobre a empresa e de assuntos afins é muito aconselhável. Por exemplo, se administra o Twitter de uma TV educativa, não se pode atualizar apenas com notícias relacionadas com o canal. É necessária a formação de conteúdo, portanto é interessante a postagem de assuntos, como educação, audiovisual e cultura, que são temas que se enquadram nas diretrizes de uma TV desse tipo. Dessa maneira, a empresa estreita o laço com o cliente, pois ele começará a vê-la não apenas como organização, mas também como individuo pertencente do ciberespaço.

A utilização do YouTube pela empresa é uma ação de grande valor para as organizações. Porém tem que se entender que a produção de um material audiovisual para o site é diferente do que para a televisão. É aconselhável que o vídeo seja pequeno e contenha no máximo três minutos. Isso porque com a grande dinamicidade vigente na web, raramente um sujeito parará mais tempo que isso para assistir uma produção. O caso do mobile marketing é distinto. Para se começar a pensar na divulgação deve-se pensar em formar um banco de números de telefone, por exemplo.

O jeito se comunicam e interagem

Uma saída para isso é a criação de uma área de cadastramento dentro do site da empresa. A partir da criação desse cadastro, deve-se pensar em estratégias para o envio de sms. A empresa não deve apenas mostrar o produto através desse meio. É necessário que seja criado um laço afetivo entre organização e cliente. Uma proposta para isso é o envio de torpedos em datas especiais, como Natal, Aniversário e Páscoa. No momento atual onde ocorre uma febre pelos dispositivos móveis de acesso a internet, os programadores devem começar a pensar em um lay out especifico para tablets e celulares. Ao se acessar a web nessas mídias, algumas vezes, as dimensões dos sites ficam fora de escala.

Outro meio de divulgação através da internet são os e-mails marketings. Esse tipo de comunicação tem que ser planejado calmamente para que não se torne spam. Devem-se tomar alguns cuidados, como, por exemplo: ter a permissão dos contatos para o envio de mensagem, não trabalhar com mensagens automatizadas e procurar manter sempre o design do anúncio para que seja criada uma identidade visual. Um erro muito constante das empresas é o envio de uma mensagem totalmente sem relevância ao cliente assim que ele se inscreve no sistema da organização. Esse tipo de e-mail serve apenas para encher a caixa de e-mail do consumidor, pois não possui informação nenhuma.

Nota-se que anteriormente eram a publicidade e o marketing que disseminavam as tendências. Atualmente, é a sociedade que indica as tendências para a publicidade e para o marketing. Essas novas tecnologias propiciam que a informação flua de modo mais fácil, rápida e contagiante e estes são os princípios fundamentais que a publicidade anseia na construção de marcas, simplificação da compra para seus clientes e, acima de tudo, demonstrar seu papel na sociedade capitalista. Logo, as novas mídias congregadas às múltiplas formas de “contato” têm transfigurado o jeito como as pessoas se comunicam e interagem umas com as outras em sociedade e como lidam com os novos aspectos tecnológicos a ponto de modificar seu estilo de vida e necessidades básicas para a sobrevivência humana.

***

[Douglas Gomides é orientador educacional, Ouro Preto, MG]