Tuesday, 23 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Ministro expulsa jornalistas de coletiva de imprensa

Jornalistas estrangeiros foram expulsos de uma coletiva de imprensa na quarta-feira (1/3) pelo ministro da Defesa do Sudão, Abdel Rahim Mohamed Hussein, que os comparou a ‘terroristas’ e os acusou de inventar o conflito em Darfur. ‘Qualquer correspondente estrangeiro, de qualquer agência internacional, saiam – nós não queremos vocês aqui’, ordenou o ministro.


O governo do Sudão vem intensificando uma campanha contra estrangeiros e contra as Nações Unidas pela possibilidade do controle do país africano ser transferido para uma missão da ONU. Autoridades em Cartum se opõem ao posicionamento de forças de segurança da organização na violenta região de Darfur, onde cerca de sete mil tropas africanas enfrentam dificuldades logísticas e de financiamento na tentativa de proteger civis de milícias e forças rebeldes. Milhares de pessoas já foram assassinadas, estupradas e violentamente roubadas em Darfur. A longa onda de violência foi classificada pelo governo dos EUA como ‘genocídio’. Informações do Scotsman [2/3/06].