Tuesday, 21 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1288

AOL demite 900 após compra do Huffington Post

A AOL começou, esta semana, a demitir 20% de sua força de trabalho em uma espécie de reestruturação por conta da compra do Huffington Post. O negócio de US$ 315 milhões foi fechado na segunda-feira [7/3]. Segundo o site de tecnologia TechCrunch (que pertence à AOL), serão demitidos cerca de 200 funcionários nos EUA; destes, 120 são funcionários editoriais e o restante trabalha em áreas como tecnologia e criação de produto. Com a compra do Huffington Post, a empresa ganhará 250 funcionários, 150 deles editoriais.


Na Índia, a situação é ainda mais drástica: serão 700 funcionários a menos. Destes, 400 serão demitidos e 300 serão realocados para uma empresa terceirizada. Segundo o TechCrunch, o plano da companhia de internet é fazer com que os funcionários na Ásia passem a criar produtos para os mercados asiáticos, em vez de servir de suporte para operações globais.


A compra do Huffington Post resultou na fusão do site de notícias com os sites de conteúdo da AOL. A empresa se chama agora Huffington Post Media Group, e todas as unidades de mídia serão presididas pela ex-socialite grega Arianna Huffington, co-fundadora do Huffington Post.