Monday, 24 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Bilhete do presidente roda o mundo

É duro ser presidente. A foto de um bilhete escrito por George W. Bush durante a reunião com líderes mundiais da ONU na quarta-feira (14/9) rodou o mundo esta semana. Na nota, Bush pedia a sua secretária de Estado, Condoleezza Rice, permissão para ir ao banheiro: ‘Acho que posso precisar de uma pausa para ir ao banheiro. É possível?’. As interpretações da imagem foram as mais variadas na mídia internacional e, devido à grande repercussão, a Reuters decidiu publicar uma nota explicando quem tirou a foto e como ela foi captada.


Quem flagrou o bilhete do presidente foi Rick Wilking, conhecido fotógrafo de Washington recém-chegado da zona devastada pelo Katrina e acostumado a cobrir campanhas de Bush e outras questões relacionadas à Casa Branca. Wilking revela que nem sequer sabia o que dizia o papel quando o fotografou.


O editor fotográfico da agência que estava na sede da ONU, Gary Hershorn, declarou-se responsável por dar um zoom no bilhete que o presidente escrevia para ver do que se tratava e foi ele também quem decidiu publicar a imagem. De acordo com o texto da Reuters, ‘o fotógrafo e os editores buscavam outros ângulos para a cobertura do evento, algo além das imagens habituais de rostos que este tipo de reunião costuma oferecer’.


O sítio especializado em fotojornalismo Photo District News (PDN) explica que Wilking disparou cerca de 200 imagens e enviou os cartões de memória à sala de imprensa da ONU, onde trabalhava Hershorn. O editor viu as imagens em seu computador e, de início, nenhuma lhe chamou a atenção. Horas depois, ficou curioso sobre uma nota que Bush escrevia em três fotografias e usou o zoom para poder ver o que era. As áreas brancas da imagem estavam estouradas e assim que ele as matizou com o Photoshop, procedimento habitual na hora de editar as fotos, pôde ler o bilhete e decidiu que a foto merecia ser publicada.


A imprensa européia divulgou a foto com interpretações irônicas, a maioria ressaltando o fato de que Bush teve de pedir permissão à Rice. O britânico The Times, por exemplo, escreveu três artigos sobre o caso em seu sítio. Um deles trazia a manchete ‘Desculpe, Condi, posso ir ao banheiro?’, e outro enfatizava que ‘Médicos especialistas afirmam que o presidente, de 59 anos, foi prudente em não esperar mais’. A BBC News sugeriu que Bush foi pego num aperto na Cúpula da ONU. Já o irlandês Examiner questiona: ‘Ir ao banheiro ou não, eis a questão.’ (‘To pee or not to pee, that´s the question’, em inglês).


A Reuters quis deixar claro que não divulgou a imagem com más intenções. Hershorn acredita que há uma simples explicação para o caso. Segundo ele, Bush não está acostumado a freqüentar reuniões na ONU e provavelmente não sabia o que o protocolo determinava sobre deixar o salão e voltar: ‘a pergunta foi apropriada e não é surpreendente questionar alguém que tem mais experiência sobre o protocolo’. Segundo o relato de Wilking, depois de passar o bilhete, Bush abandonou seu assento e depois retornou. Informações da Editor & Publisher [14/9/05 e 15/9/05] e do El Mundo [16/9/05].