Thursday, 20 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Diário suspenso por denunciar suborno

O diário chinês Henan Chang Bao foi suspenso por um mês, com início em 17/9, por ter publicado uma matéria acusando o governo de encobrir um acidente em uma mina de carvão na cidade de Ruzhou. O repórter Fan Youfeng e um editor foram repreendidos.


A acusação feita pela Administração Geral de Imprensa e Publicações e pelo Departamento Central de Propaganda é de ‘reportagem errada’. O jornal detalhou a tentativa de oficiais do governo em subornar jornalistas para que não fossem divulgadas notícias sobre uma inundação na mina, em julho. Mais de US$ 24 mil teriam sido distribuídos para repórteres e cidadãos que se fingiram de repórteres.


Procurado pelo South China Morning Post, de Hong Kong, em 14/9 (antes da repreensão oficial), Youfeng teria dito que ‘a história é verdadeira; eu tenho as entrevistas gravadas. Mas tenho sido questionado pelo governo. É muito sensível. Eu espero que você entenda que eu não posso dizer mais nada a respeito’.


Acidentes em minas matam milhares de trabalhadores na China todos os anos, e freqüentemente não são noticiados por intimidação ou suborno. Informações do Comitê para a Proteção dos Jornalistas [27/9/05].