Wednesday, 29 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1289

Prefeito usava pseudônimo para escrever matérias positivas

Mike Winder, prefeito de West Valley City, segundo maior município do estado americano de Utah, admitiu ter escrito artigos sobre sua própria cidade com um nome falso – Richard Burwash – sem o conhecimento dos veículos de comunicação, noticiam Pamela Manson [The Salt Lake Tribune, 11/11/11] e Paul Foy [AP, 12/11/11].

Winder alegou que estava frustrado com o fato de o jornal Deseret News ter reduzido drasticamente a cobertura sobre seu governo depois de cortes na equipe, no ano passado. As matérias policiais, no entanto, não foram reduzidas, e ele queria “tentar restabelecer o equilíbrio”. “Eu me importo profundamente em ter matérias sobre minha comunidade além daquelas sobre crime e, já que há uma reputação negativa, estamos trabalhando para reverter isto”, justificou. “Em um período de três meses, 16% das matérias do Salt Lake Tribune que mencionaram West Valley City foram sobre crime, enquanto 56% das matérias do Deseret News sobre minha cidade foram sobre crime”.

Os artigos foram submetidos por meio do Deseret Connect, uma iniciativa para que freelancers contribuam com os veículos Deseret News, KSL, Mormon Times e LDS Church News. Winder criou uma conta no Deseret Connect com um nome falso, o mesmo usado nos artigos escritos por ele e que foram publicados também no Oquirrh Times, jornal publicado em West Valley City, Magna e Kearns. Segundo o prefeito, o editor do Oquirrh Times sabia que ele era o autor dos textos.

Contribuição

Winder decidiu enviar artigos para o Deseret News depois de ouvir, em um evento no ano passado, Clark Gilbert, presidente e CEO do jornal, falando sobre o Deseret Connect. Na ocasião, o prefeito perguntou a Gilbert quando o jornal voltaria a cobrir a cidade e foi informado que o diário não tinha recursos e que começaria a aceitar contribuições de artigos de pessoas que tivessem frequentado eventos locais. No último ano, o jornal publicou mais de cinco mil artigos de dois mil colaboradores. “Lamentamos profundamente que o prefeito tenha feito isso”, afirmou Gilbert. “Todos os artigos assinados por Richard Burwash foram 100% verdadeiros, precisos e verificáveis”, rebateu Winder, alegando que diversos autores famosos usam pseudônimos, como Benjamin Franklin, Alexander Hamilton e James Madison. Em alguns artigos, havia até mesmo declarações do prefeito.

Winder decidiu abandonar o pseudônimo quando Mark Willes, CEO e presidente da Deseret Management Corp, afirmou que o Deseret Connect preferia que seus colaboradores escrevessem sob sua identidade real. Winder então criou uma conta com o próprio nome e passou a escrever artigos opinativos. Aos responsáveis pelo Deseret Connect, ele afirmou que Burwash havia se mudado para Londres. Mas, na semana passada, ele decidiu contar toda a verdade, “por acreditar em transparência”. Sob o pseudônimo, o prefeito se comunicava com os editores por e-mail e telefone. Ele afirmou que foi interessante ser jornalista por alguns meses. “O único crime foi meu nome”, ressaltou.

A reação da população foi mista. Alguns compararam Winder a personagens históricos que escreviam sob pseudônimo durante a Revolução Americana. Outros questionaram se ele não teria mais segredos escondidos. E teve gente que não deixou barato: “Ele é o prefeito, mas eu não o vejo fazendo nada. Deve estar muito ocupado bancando o repórter”, brincou uma moradora da cidade.