Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Os desafios da igualdade racial para a mídia

Com a participação de jornalistas de países africanos e de comunicadores e pesquisadores brasileiros, a Universidade de São Paulo, através de seu Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP), o SESC-SP e o Instituto Internacional de Jornalismo e Comunicação de Genebra, Suíça, promovem, entre 12 e 14 de outubro, o Encontro Internacional África-Brasil.

O Encontro Internacional tem como objetivo promover um programa internacional de estudos entre jornalistas, comunicadores, pesquisadores, educadores, lideranças políticas e agentes culturais sobre os desafios que as questões relacionadas à etnia e à raça apresentam para a mídia e os processos de comunicação, na África e no Brasil. Além de promover relatos de experiências e análises de natureza antropológica, política e cultural, o encontro destina-se à celebração de compromissos para a implementação de ações coletivas e de políticas públicas voltadas à igualdade racial. Durante o evento, a ANDI, Agência Nacional pelos Direitos da Infância, de Brasília, apresentará um estudo sobre o comportamento da mídia impressa no que diz respeito ao tema da etnia e da raça, no Brasil.

Presenças confirmadas

Confirmaram suas presenças os jornalistas Stephen Rweikiza, da Tanzânia; Alcinou da Costa, do Senegal; Chinwe Ogbuka, da Nigéria; Francis Rangoajane, da África do Sul, Akousa Perbi, da Universidade de Ghana; Joyce Kazembe, de Zimbabwe, além do antropólogo Kabengelê Munanga, do Zaire, membro do Centro de Estudos Africanos da USP.

Estarão presentes, também, a cantora Leci Brandão, o cineasta Joelzito Araújo; Francelino de Shapanan – Instituto Afro-Brasileiro de Tradição e Cultura de São Paulo, o fotógrafo Luiz Paulo Lima, do Museu Afro Brasil; o radialista Mathias Gonzales Souza, do MEC; a ministra Matilde Ribeiro, da SEPPIR; o professor Muniz Sodré, da UFRJ; Ubiratan Castro, Presidente da Fundação Cultural Palmares/ MINC; Pe. Antonio Aparecido da Silva (Pe. Toninho), do Centro Atabaque de Cultura Negra; Emanuel Araújo, Diretor do Museu Afro Brasil; Maria Aparecida Bento, do CEERT, Claudius Ceccon, do CECIP; Edna Roland – Relatora da III Conferência Mundial contra o Racismo – DURBAN; senador Paulo Paim, do Rio Grande do Sul, Ivair Augusto Alves dos Santos, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Hédio Silva, Secretário de Justiça do Estado de São Paulo, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP. Ismar de Oliveira Soares, do NCE/USP, Joseph Chittilappilly, do Instituto Internacional de Jornalismo e Comunicação, e Danilo Santos de Miranda, Diretor Regional do SESC-SP, coordenam as atividades do evento.

Cobertura Jornalística por Jovens Educomunicadores

O programa do evento prevê o desenvolvimento de uma oficina permanente de cobertura jornalística envolvendo adolescentes vinculados a projetos educomunicativos coordenados pelo NCE/USP tanto em escolas públicas como em colégios particulares da cidade de São Paulo.

Os jovens envolvidos produzirão materiais em vários suportes midiáticos, divulgando-os através dos sites do SESC, do NCE e do Colégio São Luís, dialogando sobre o tema com adolescentes e jovens de outros lugares do Brasil e do mundo.

Contatos

Informações sobre o evento podem ser buscados nos sites (www.usp.br/nce) e (www.sescsp.com.br). Os jornalistas e grupos interessados em verificar possibilidade de intervenção devem entrar em contato com os organizadores ou através do e-mail (africabrasil@usp.br).