Monday, 26 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1276

A experiência formal

REALITY SHOWS

Fernando Dias Campos Neto (*)

Ao ler a carta de um dos leitores do Globo, sugerindo um grupo de nossos melhores intelectuais para substituírem os escolhidos na casa do Big Brother, acho que ele tocou, talvez sem querer, no ponto chave da questão.

O programa, já internacional, não existirá muito mais como uma crítica formal ao sistema do que pelo seu conteúdo? Em outras palavras, qualquer que seja o conteúdo daquela situação humilhante, relevados os valores de certas escolhas existenciais, não devemos rejeitar a tirania da espreita e da promiscuidade, que nos poderá escuto-panoptizar, em mais algum tempo de revolução científico tecnológica?

A escolha do nome do programa diz tudo. Poderia, porém, chamar-se Admirável mundo novo ou Este mundo perfeito, obras de Aldous Huxley e Ira Levin.

Mais do que tudo isso, a nossa perplexidade diante da ameaça do Pentágono ? ou deveria dizer terror? ? de falsear, deliberada e explicitamente, informações entre o 1? e 3? mundo, este último contendo as regiões suspeitas de ocultar terroristas muçulmanos.

Para quem está familiarizado com o 1984, de Orwell, não será que o Pentágono, então um Ministério do Amor, instituiu "o buraco da memória"? Logo podem vir o "gim Vitória", a "novilíngua" e o "duplipensar". O apelo desse programa não será o repúdio que as profecias de science fiction sempre demonstraram às possibilidades formais de "adaptação" a tais guetos?

(*) Médico