Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

A vida imita a arte

QUALIDADE NA TV

THE WEST WING

Telespectadores que viram a chamada da NBC para o episódio da semana passada de The West Wing podem ter se impressionado pelo que pareceu ? e apenas pareceu ? ser oportunismo do seriado, apresentado no Brasil pelo canal pago Warner.

O anúncio, de acordo com o New York Times de 26 de fevereiro, dizia: "Um perdão presidencial pode enfurecer uma nação." Mostra a imagem de multidões em protesto, furiosos com a controversa absolvição que o ex-presidente Bill Clinton concedeu a Marc Rich, financista fugitivo. Enquanto Aaron Sorkin, produtor executivo de The West Wing, diz que o episódio em parte lida com o perdão presidencial, o enredo não é muito semelhante à situação atual. E, segundo ele, foi desenvolvido meses atrás, antes de Clinton deixar a presidência, e escrito antes de concedida a absolvição.

Sorkin diz que não é a primeira vez que o programa prediz o futuro. "Nossa Índia invadiu a Cachemira [território postulado pelo Paquistão] duas semanas antes da Índia real."

GREVE

Conversas sobre contratos entre a Writers Guild of America, sindicato de roteiristas, e a Alliance of Motion Picture and Television Producers, indústria de TV e filmes, entraram em colapso no dia 1o de março, depois de seis semanas de negociação intensa, aprofundando temores de que Hollywood chegue à greve na primavera americana.

Tanto o sindicato quanto os representantes da indústria se negaram a dizer por que as negociações não deram certo. De acordo com Steve Gorman [Reuters, 1/3/01], as conversas começaram em 22 de janeiro, quando se previu uma greve de 14 mil membros da Writers Guild, uma vez que os contratos atuais expiram em 1o de maio. A segunda greve, de 135 mil atores sindicalizados, também está prevista para quando novos contratos terminarem, dois meses depois.

Funcionários do sindicato disseram que se as conversas não surtissem efeito não retornariam às negociações antes de abril. Os roteiristas exigem aumentos significativos no pagamento e maior divulgação e poder de decisão do processo criativo.