Friday, 19 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Associação de mídia saudita

TELETIPO

A Arábia Saudita acaba de aprovar um estabelecimento para servir de associação dos jornalistas. Trata-se do primeiro órgão feito para a imprensa em todo o reino, que conta com 13 jornais. Representantes da mídia local, no entanto, disseram que a associação não trará maior liberdade de expressão, e sim enfocará a proteção aos direitos dos jornalistas. Enquanto funcionários do governo saudita estimularam publicamente a mídia a agir de forma crítica, os mesmos causaram a demissão de três editores no ano passado após publicarem “material inaceitável”. Editores de jornais começaram recentemente a escrever sobre assuntos considerados tabus, inclusive sobre o saudita Osama bin Laden e sua rede terrorista al-Qaeda. Informações da Reuters (24/2/03).

Um juiz federal arquivou um processo de difamação de US$ 800 milhões contra uma série de organizações noticiosas, promovido pela Global Relief Foundation, instituição de caridade muçulmana sediada nos EUA. David Coar, juiz da Corte distrital dos EUA, concedeu uma moção para dispensar a ação de difamação, a qual alegava que a instituição perdeu doadores potenciais devido a reportagens que disseram que seus bens foram congelados e o dinheiro escoava para os terroristas. Autoridades federais acusaram a organização caridosa de ter ligações com operações da al-Qaeda. Alguns jornais citados no processo foram The New York Times, Associated Press, ABC News, The Boston Globe, New York Daily News e The San Francisco Chronicle. Informações da Reuters (21/2/03).