Friday, 23 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1275

Canal censurado

TELETIPO

O canal de TV britânico LWT foi repreendido pela Independent Television Commission (ITC) por ter levado ao ar uma discussão aberta sobre homossexualidade com o cantor Boy George. O programa Frank Skinner Show, transmitido em novembro, exibiu aviso sobre seu conteúdo, mas o ITC ? órgão que fiscaliza canais comerciais e emite licença para emissoras na Grã-Bretanha ? julgou que a advertência foi insuficiente, classificando os comentários de Boy George de "ultrajantes". Segundo a Reuters (14/1/02), a entrevista do cantor estimulou 23 reclamações do público, e 17 queixas a respeito de piadas sobre o Afeganistão e o Talibã não foram averiguadas pelo ITC.

 

Após semanas de negociação, a MTV confirmou a presença do secretário de Estado americano, Colin Powell, no encontro internacional que planeja promover. O MTV Global Forum é um programa de 60 minutos que vai ao ar em fevereiro (em data ainda não marcada) para 375 milhões de casas em todo o mundo. Os VJs locais comandarão uma conversa com Powell via satélite, com perguntas enviadas por telespectadores ao redor do mundo: Oriente Médio, Índia, Itália, Rússia, Brasil, Grã-Bretanha e EUA. Segundo Pamela McClintock e Melissa Grego [Variety, 15/1/02], a MTV pode parecer um ambiente estranho para o militar, mas na campanha de Washington para conquistar simpatia mundial, nem mesmo Powell pode resistir à sedução da enorme audiência do canal de música.

 

O Jersey Journal, centenário jornal de trabalhadores do município de Hudson, NY, está com os dias contados. A circulação decrescente ? em 25 anos, caiu de 100 mil para 40 mil exemplares ? é o sintoma de um problema maior: o idioma. O inglês não é mais dominante na região, onde imigrantes falam espanhol, russo, árabe, português, entre muitas outras línguas. Desde 1990, a população latina cresceu 32% e a asiática, 56%. Outra dor de cabeça para o Journal é o fato de que a classe mais alta da cidade trabalha em Nova York e prefere ler o New York Times. De acordo com Michael Powell, do Washington Post (14/1/02), a retração do público fez com que o jornal lançasse edições em outros idiomas, como o semanário El Nuevo Hudson, que faz algum sucesso. "Nosso desafio é nos manter vivos num mercado fragmentado", diz Steven Newhouse, editor-chefe do Journal.