Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Critério mais justo

DIRET?RIO ACAD?MICO

PROVÃO

Victor Gentilli

Se existe um assunto que qualquer liderança estudantil de curso de Jornalismo conhece na ponta da língua, este assunto se chama "curva de Gauss". Trata-se de um complexo estudo estatístico que foi usado para classificar os cursos submetidos ao provão nos últimos cinco anos. Os estudantes, forçoso reconhecer, tinham e têm muitos outros argumentos para criticar o provão. Mas eles se debruçaram sobre a "curva de Gauss", estudaram com afinco a questão e a usavam como forte argumento em todos os debates. Até os reitores de universidades com desempenho ruim se apropriaram do arrazoado estudantil para criticar o exame.

Com o anúncio dos novos critérios para a classificação dos cursos no provão, a "curva de Gauss" deixa de existir e os estudantes perdem um (apenas um) forte argumento em sua batalha pelo boicote ao Exame Nacional de Cursos.

Até agora, independentemente da nota, da média e da relação que cada instituição tinha com a média, 12% dos melhores cursos obtinham conceito A e os 18% seguintes, conceito B. Os demais 40% vinham com C, e assim sucessivamente, com os 18% abaixo da média com D e os últimos 12%, com E.

Era, de fato, incompreensível para muitos que uma escola que obtivesse média às vezes inferior a 5 no ranking do provão fosse um curso nota A.

O ranqueamento continua. Mas no provão que os alunos vão fazer em junho deste ano ninguém sabe de antemão ? como antes ? quantas escolas sairão com A, quantas com B e assim por diante.

De um modo geral, o noticiário dos jornais na terça-feira, 20 de março, puderam esclarecer bem esta questão. O ministro se reuniu com 18 alunos campeões no provão em cada curso. O campeão em Jornalismo preferiu o anonimato, e não apareceu para o evento com o ministro. Mas, entre as lideranças estudantis, segundo pude apurar, o boicote não é mais unanimidade. O fim da "curva de Gauss" levou alguns estudantes a repensarem sua posição. São lideranças de escolas importantes de São Paulo.

Volta ao índice

Diret?rio Acad?mico ? próximo texto


Mande-nos seu comentário