Friday, 19 de July de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1297

Desaprovação real

TELETIPO

A família real inglesa não gostou da cobertura da BBC no funeral da rainha-mãe Elisabeth, que morreu aos 101 anos. Uma derrapada da emissora teria sido colocar o âncora Peter Sissons de preto para anunciar a morte, quando todos já esperavam a notícia há anos. Pior ainda foi o interrogatório que o apresentador fez à sobrinha da rainha-mãe sobre seus últimos dias. A alegada falta de tato da emissora levou o príncipe Charles a dar entrevista exclusiva à ITN, que fornece noticiário aos canais ITV, Channel 4 e Channel 5. Normalmente, eventos de interesse nacional são abertos a todas as emissoras, informa a Variety [3/4/02]. De 1.500 reclamações que a BBC recebeu de telespectadores sobre a cobertura, no entanto, apenas 130 eram queixas sobre a tal falta de respeito. A maioria criticava o excesso de tempo que o assunto mereceu, prejudicando a programação normal.

Uma semana depois de a Playboy americana anunciar a edição Mulheres da Enron, a Playgirl anunciou que fará o mesmo despindo os homens que perderam emprego com a falência da corporação. Tradicionalmente, a Playgirl se diz a resposta feminina à Playboy. Segundo a Reuters [1/4/02], a publicação pertence à Blue Horizons Media e não tem vínculo com a original masculina. A brincadeira com a editora-chefe Michelle Zipp foi inevitável: haverá uma futura edição Homens da Andersen? “Pensamos nisso, mas vamos esperar os acontecimentos”, respondeu, referindo-se ao futuro incerto da consultoria que se envolveu no fraudulento naufrágio da empresa energética.