Monday, 24 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Equipe detida por 8 dias

NEWSDAY

A dupla de jornalistas do Newsday Matthew McAllester, repórter de 33 anos, e Moises Saman, fotógrafo de 29 anos, desaparecida desde 24/3, foi libertada pelas autoridades iraquianas no dia 2/4, e já está a salvo na Jordânia, informou o jornal. McAllester e Saman foram detidos por agentes da inteligência iraquiana no Palestine International Hotel, em Bagdá, e levados, algemados, à famosa prisão de Abu Ghraib. "Pensaram que éramos espiões", contou McAllester, em telefonema a seu editor, ainda na fronteira jordaniana. Os freelancers Molly Bingham e Johan Spanner, detidos em 20 de março e interrogados, também foram soltos.

O tablóide trabalhou freneticamente pela libertação de seus profissionais, apelando ao papa, ao reverendo Jesse Jackson, aos embaixadores acreditados no Oriente Médio e até ao líder palestino Yasser Arafat. "Estamos eufóricos", disse Raymond A. Jansen, publisher do Newsday. A demorada detenção, que durou oito dias, levou a Escola de Jornalismo da Universidade de Colúmbia, em Nova York, a manifestar preocupação pelo destino de seus dois ex-alunos.

Segundo Christine Hauser [Reuters, 2/4/04], o grupo não sofreu violência, mas pôde ouvir outros prisioneiros sendo espancados. "Nós ouvíamos gritos, especialmente à noite", disse McAllester. "Pareciam rituais diários", complementou Saman.