Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

FCC revisa legislação de mídia

TELETIPO

A Federal Communications Commission deve reexaminar a legislação de concentração de mídia até junho, a pedido do Congresso e do tribunal de apelações americano. Segundo Andrew Ratner [Baltimore Sun, 30/3/03], a cobertura da guerra no Iraque vai ser usada para justificar o abrandamento das restrições à propriedade cruzada e ao controle de veículos que atinjam mais de 35% da audiência nacional. Embora grupos de defesa do consumidor se oponham à mudança alegando que as fusões comprometem a diversidade de opiniões, o presidente da FCC, Michael Powell, já declarou que a cobertura atual prova que a internet e a TV a cabo mudaram a maneira como o público recebe informações e que as empresas precisam expandir para ter mais recursos e cobrir eventos globais.

O governo cubano aproveitou que a comunidade internacional se voltou para a guerra no Iraque para promover uma onda de prisões de dissidentes. Desde 18/3/03, 50 opositores ao regime de Fidel Castro foram presos, entre eles cerca de 20 jornalistas independentes, denunciaram os Repórteres Sem Fronteiras (21/3/03). Em meio aos 20, está Raúl Rivero, que em 1997 ganhou o prêmio Repórteres Sem Fronteiras ? France Foundation. O diário oficial cubano Granma comunicou que os detidos serão processados. Os RSF sugeriram que a União Européia suspendesse o processo de entrada de Cuba nos acordos de Cotonou ? tratados com os quais os europeus beneficiam 77 países pobres por meio de ajuda econômica e comércio preferencial ? como forma de penalizar o país pela repressão política.