Monday, 24 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Histeria coletiva

DIRET?RIO ACAD?MICO

JORNAIS UNIVERSITÁRIOS

Em um confronto no qual lutam sensibilidades raciais contra livre discurso, cem manifestantes marcharam à redação do jornal universitário Harvard Crimson, nos Estados Unidos, no dia 19 de março. Denunciaram o Crimson por publicar um artigo opinativo que critica estudantes asiáticos residentes nos EUA que estudam na universidade. "É como propaganda do Ku Klux Klan; jornais não a imprimiriam", afirmou Alice Wong, de 19 anos, caloura da Harvard.

Conta Brian MacQuarrie [The Boston Globe, 20/3/01] que em artigo publicado no fim de semana intitulado "The Invasian" ? trocadilho que une o termo "invasão" a "asiático" ?, o segundo anista Justin Fong ataca estudantes asiáticos americanos chamando a cultura de "auto-segregação" na Harvard.

No dia 19, depois de acusado de utilizar linguagem perniciosa e perpetuar atitudes racistas pelos manifestantes, Fong, asiático americano de sexta geração, disse que seu artigo pretendia ser uma paródia dos estereótipos asiáticos. No entanto, acrescentou que a sátira também inclui uma crítica legítima à situação étnica insular entre estudantes asiáticos da universidade.

O grupo de manifestantes não acha que sua revolta entra no campo da Primeira Emenda. "Apoiamos piamente a liberdade de expressão e de imprensa, mas acreditamos que o artigo não é aceitável", afirmou Seng Dao Yang, um dos manifestantes.

O protesto segue a onda iniciada pela Universidade de Berkeley [veja remissão abaixo].

Apesar de não comentar, editores do Harvard Crimson publicaram um editorial no dia 19 no qual lamentaram o fato de "o artigo não ter sido editado mais sensatamente."


Leia também

Universidade da Censura

Volta ao índice

Diret?rio Acad?mico ? próximo texto

Diret?rio Acad?mico ? texto anterior


Mande-nos seu comentário