Friday, 23 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1275

Judeus reprovam campanha

HOLOCAUSTO ANIMAL

Uma organização americana que luta pelos direitos dos animais incitou a ira da comunidade judaica dos EUA. A campanha da organização, intitulada "Holocaust on Your Plate" ("Holocausto no seu prato"), compara o massacre de animais ao Holocausto da Segunda Guerra Mundial, de acordo com reportagem de David Teather publicada no The Guardian (3/3/03).

As imagens da campanha justapõem fotos chocantes de pessoas em campos de concentração com figuras de animais em fazendas. Uma fotografia que mostra um homem extremamente magro está ao lado de uma vaca faminta. Outra apresenta uma pilha de corpos humanos próxima a uma imagem de um monte de carcaças de porcos.

A campanha está sendo exibida em São Diego e na Universidade da Califórnia em Los Angeles. A organização responsável, People for the Ethical Treatment of Animals (Peta), pretende fazer um tour pelos EUA.

A Peta pediu à comunidade judaica que apoiasse a causa, em carta aberta publicada em seu sítio. O apelo, no entanto, teve pouco resultado em acalmar a fúria dos grupos judaicos.

Abraham Foxman, diretor nacional da Liga Antidifamação e um sobrevivente do Holocausto, disse que o pedido de aprovação foi ousado e ofensivo. Afirmou que "a tentativa da Peta de comparar o assassinato sistemático e deliberado de milhões de judeus à questão dos direitos dos animais é abominável."

"Em vez de aprofundar nossa náusea contra o que os nazistas fizeram aos judeus, a campanha subestima a luta para entender o Holocausto e encontrar uma forma de garantir que catástrofes como esta não voltem a ocorrer", disse Foxman.