Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

MTV veta alusão à guerra

TELETIPO

A MTV Europa está recomendando às sucursais que não exibam videoclipes mostrando cenas de "guerra, soldados, bombas, protestos e execuções", conta Neil Strauss [New York Times, 26/3/03]. O documento cita clipes das bandas System of a Down, Radiohead, Aerosmith e B-52. A porta-voz da MTV Networks explicou que as músicas não foram banidas, apenas mostradas como exemplo de tipos de vídeo que se aconselha não veicular. No Brasil, o "conselho" da irmã européia foi notícia no próprio jornal da MTV. Um videoclipe do B-52 foi exibido quase na íntegra, em protesto.

As três principais emissoras de televisão privadas da Itália ? todas de propriedade do primeiro-ministro Silvio Berlusconi ? resolveram não alterar suas programações em virtude da invasão anglo-americana no Iraque. Ao contrário da estatal RAI, que vem fazendo extensa cobertura do conflito, os três canais de Berlusconi limitam-se a tratar do tema nos programas jornalísticos regulares e durante a madrugada. Esta opção foi feita depois que a cobertura das conseqüências dos atentados terroristas do 11 de setembro se mostrou um fracasso comercial, com grande perda de verba publicitária. Segundo a AFP (27/3/03), índices de audiência indicam que não dar tanta importância à guerra é uma boa estratégia comercial.