Thursday, 30 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1289

Notícia escondida

A VOZ DOS OUVIDORES


WASHINGTON POST

No dia 26 de fevereiro, o Washington Post publicou uma matéria do serviço noticioso da Knight Ridder/Tribune, no primeiro caderno, sobre a recontagem de mais de 10 mil votos considerados inválidos pelas máquinas que registram o voto nas eleições presidenciais americanas de novembro passado.

A recontagem passou então a ser responsabilidade do Miami Herald e de sua proprietária, a Knight Ridder, em parceria com a firma de contabilidade BDO Seidman. Um repórter do Herald, depois da contagem oficial da BDO, recontou as cédulas, registrando as características de cada uma.

De acordo com Michael Getler, ombudsman do Washington Post (4/3/01), a reportagem do Herald revela que o ex-vice-presidente Al Gore teria pescado não mais que 49 votos adicionais no grande e crucial condado de Miami-Dade, se a contagem manual não tivesse sido interrompida pela Suprema Corte. O número não teria sido suficiente para dar a vitória a Gore, mesmo se combinado com os resultados em outros três condados onde o ex-candidato solicitou recontagem manual.

A história rendeu artigo de primeira página do Herald e em outros jornais da Knight Ridder. Dúzias de leitores escreveram ao ombudsman do Post perguntando por que o jornal "enterrou" a notícia do Herald na página 4, em vez de dar o devido destaque, colocando-a na primeira página.

Os leitores viram a decisão do Post como reflexo de inclinações políticas e menosprezo do esforço dos concorrentes. Len Downie, editor-executivo do jornal, disse que nem foi considerada a hipótese de pôr a reportagem na capa, uma vez que o Post não participou da análise dos dados e não tinha intimidade com os critérios, padrões, métodos e interpretações da inspeção das cédulas.

Isso, na opinião de Getler, soa como política razoável para uma questão tão importante, apesar de ser de difícil explicação ao leitor. Para justificar, Getler cita a coluna de Downie de 25 de outubro, na qual explica que uma colocação na seção de editoriais não afeta a cobertura noticiosa.

Volta ao índice

A Voz dos Ouvidores ? próximo texto

A Voz dos Ouvidores ? texto anterior

Mande-nos seu comentário