Friday, 14 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Você ainda duvida?

E-NOT?CIAS

MÍDIA ONLINE

M. C.

<http://www.elpais.es/multimedia/internacional/puente.htm>

Este é o endereço de uma das páginas mais brilhantes do jornalismo online. Só animação, praticamente ? fora as legendas explicando cada quadro.

Trata-se do tradicional "cineminha" (segundo o jargão das redações) que o diário madrilenho El País na internet sacou da edição impressa ? e deu vida, fez mais, foi além ? para descrever a queda da ponte sobre o Rio Douro, em Entre os Rios, Portugal, na noitinha de 4 de março. Dois carros e um ônibus com 67 passageiros deslizaram para o fundo das águas aumentadas pela chuva intensa, matando 80 pessoas e levando na enxurrada o cargo do ministro das Obras Públicas, que assumiu a culpa pelo estado deplorável da velha ponte e pediu demissão. O toque trágico, se faltava algum, é que o ônibus transportava turistas da região que viajaram a Trás os Montes para ver amendoeiras em flor.

Um "cineminha" animado é tudo o que um jornalista antenado de jornal impresso sonha ver em seu co-irmão online ? ou seja, o complemento insubstituível do insubstituível jornal de papel.

O exemplo do El País não significa apenas um dos usos mais úteis dos recursos multimídia de que se tem notícia na imprensa eletrônica ? pelo menos do lado de cá do Atlântico, onde estudantes de Comunicação ainda nos perguntam se o jornal online vai matar o impresso. É também uma visão universal instigante do jornalismo em mídia eletrônica. Não se trata de TV, não se trata de vídeo. É o leitor do impresso recorrendo à versão online para entender a notícia em sua totalidade, seja a da ponte portuguesa ou a da rebelião na Febem paulista. Para os coleguinhas que vêem no El País impresso um "tablóide feio", coitados, fica esta lição inesquecível.

O Observatório da Imprensa agradece o envio da URL acima. É preciso confessar: a lembrança não partiu de um jornalista, mas de um técnico em informática.

Olho vivo, coleguinha parado no tempo.

Volta ao índice

e-Notícias ? próximo texto

Mande-nos seu comentário