Sunday, 03 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1194

Emicida

Emicida e Machado de Assis contra o mal sagaz

“Reconheça a sério que o mal foi sagaz”, é assim que, machadianamente, o rapper paulistano Emicida solta um verso crucial no meio da bela e aérea melodia da música “Paisagem” – do disco Amarelo. Os arpejos da guitarra elétrica, ao longo de toda canção, não disfarçam a denúncia à apatia social frente ao racismo estrutural […]

Emicida: Para que amanhã não seja só um ontem

O documentário AmarElo: É Tudo Pra Ontem, produzido e protagonizado pelo cantor, compositor e escritor Emicida começa com um ditado iorubá: “Exú matou um pássaro ontem com uma pedra que só jogou hoje”. Em outro momento, um trecho de uma canção de Belchior chamada “Sujeito de Sorte” integra uma das músicas interpretadas no documentário, e […]

Emicida AmarElo: discurso, ideologia, poder

A desigualdade econômica, no Brasil, desenha amplo conjunto de problemas sociais com violentas disputas de discurso, ideologia e poder a partir da diversidade – diversus, em latim. Respeitar a diversidade é fundamental. Por isso, questiono: é possível uma sociedade sem ideologia? Com direção de Sandiego Fernandes, música do rapper Emicida e participação das cantoras Majur […]