segunda, 17 de fevereiro de 2020 ISSN 1519-7670 - Ano 20 - nº 1074

Programa ganha novo
editor e apresentador

Bom dia, ouvinte.


A partir de hoje, este Observatório da Imprensa passa a ser comandado por Luciano Martins, trinta anos de jornalismo em veículos de importância nacional como Folha, Estado, Veja e na nossa trincheira há sete anos.


Luciano Martins substitui Mauro Malin, um dos fundadores do projeto, 41 anos de profissão. Em jornalismo não existem novas fases, todos os dias começamos algo novo ainda que as mazelas da nossa mídia sejam praticamente as mesmas.


Por exemplo: já falamos muito aqui sobre o jornalismo ‘numerológico’ ou estatístico. Despejar um monte de cifras em cima do cidadão nem sempre equivale a esclarecer suas dúvidas. 


Nos jornais de domingo (15/7), cada um dos três jornais nacionais apresentou com destaque uma estatística diferente: a Folha informou que os milionários detêm metade do nosso PIB (Milionários detém riqueza equivalente a meio PIB do Brasil foi a manchete). No Estadão, os números apontam para a direção contrária: um em cada seis paulistanos é favelado (Um em cada seis paulistanos vive em favela). E no’O Globo ficamos sabendo que para comprar carro novo o brasileiro está em fila de espera de até 60 dias (Procura por carro cresce e consumidor paga ágio).


Certamente estamos falando do mesmo país, pena que poucos leitores tenham tempo para ler três jornais todos os dias.