Wednesday, 17 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1201

Artigos de Carlos Castilho

A sobrevivência financeira é o maior desafio do jornalismo digital

Se existe uma área do jornalismo onde a pesquisa acadêmica é essencial para o futuro da profissão, ela é a da busca da sustentabilidade financeira, especialmente para projetos independentes e locais. Mas não é apenas a sobrevivência econômica destes projetos que está em questão. Ao que tudo indica, a sustentabilidade vai deflagrar também mudanças radicais […]


O jornalismo e os paradoxos das narrativas eleitorais

O jornalismo terá uma missão crítica na cobertura das eleições de outubro porque o que estará em jogo não são dados ou fatos, mas narrativas, a expressão da moda entre políticos e marqueteiros. Narrativa é a forma de arrumar dados, fatos e eventos para dar-lhes algum tipo de significado ou importância, e com isto influir […]


O jornalismo na era da colaboração cruzada

A colaboração cruzada é uma prática já usada, há algum tempo, por jornalistas autônomos, mas que agora ganhou um novo status ao ser reconhecida por empresas jornalísticas, pesquisadores universitários e por financiadores de projetos de comunicação como um recurso para promover projetos e causas sociais.  A colaboração cruzada envolve organizações jornalísticas e não governamentais (ONGs, […]


13 dilemas para o jornalismo contemporâneo

O que vocês lerão a seguir não é um texto normal, mas uma lista de temas para debate. Basicamente são três questões: novo engajamento social dos jornalistas, jornalismo local e a sustentabilidade financeira de projetos jornalísticos. Eles estão interligados e são parte do que chamamos de economia política do jornalismo (*). Optei pela organização em […]


O futuro do jornalismo depende da sua sustentabilidade financeira

O jornalismo precisa escolher entre ser uma atividade sem fins lucrativos ou estar associado a uma prática comercial. É uma escolha nova diante de uma situação, também nova, vivida pela profissão desde o início da era digital.  Trata-se de optar entre condicionar o exercício e a sustentabilidade financeira do jornalismo ao interesse social, ou manter […]


O jornalismo tem uma dívida com Bruno Pereira e Dom Phillips

O assassinato de Dom Phillips colocou o jornalismo brasileiro diante da obrigação profissional de continuar e aprofundar a investigação que o colaborador do jornal britânico The Guardian vinha fazendo sobre a ampliação do controle do crime organizado na Amazônia.  A captura e punição dos criminosos é uma obrigação do Estado brasileiro, mas o detalhamento do […]


Infocracia e democracia

Quando a informação é transformada na principal arma tanto em conflitos militares como em campanhas eleitorais e nas disputas econômicas, é sinal de que a sociedade está sendo submetida a um novo sistema regulador das relações sociais: a infocracia.  O termo é novo e ainda definido de forma imprecisa, mas no essencial expressa o fato […]


Ucrânia: o jornalismo precisa fazer uma autocrítica

Nós, jornalistas, precisamos fazer uma dolorosa autocrítica. Acabamos participantes da construção de uma narrativa sobre a guerra na Ucrânia que está nos levando a uma crise mundial, cujo desfecho é uma gigantesca incógnita, onde apenas uma coisa é certa: o número de perdedores poderá ser muitíssimo maior do que o de ganhadores. Como jornalistas, selecionamos, […]


O futuro da imprensa está no jornalismo local

Alguns de vocês podem achar que estou exagerando. Outros, que o título reflete interesses pessoais não identificados. Mas quem for até o fim deste texto verá que a nova conjuntura da comunicação mundial transformou o jornalismo local na melhor alternativa para atender às necessidades informativas da sociedade digital.  Já não há mais dúvidas de que […]


A batalha das agendas noticiosas cria dilemas para o jornalismo

O governo Bolsonaro e alguns grandes jornais brasileiros disputam atualmente uma guerra pelo controle da agenda noticiosa nacional, num momento em que a informação passa a ser a arma política mais eficiente neste período pré-eleitoral. O governo e movimentos políticos de ultra direita tentam influir nos temas que estão sendo discutidos pela população ao fazer […]



Não há meia democracia

Na democracia, assim como na gravidez feminina, não há meio termo. Não há meia democracia. É ou não é. Assume-se ou rejeita-se. Mas a imprensa parece ignorar este fato e tenta conviver com um governo que adota princípios que negam na prática o compromisso democrático. A indefinição é o grande dilema da mídia brasileira às […]


O mais complicado quebra-cabeças do jornalismo atual

Lidar com o triângulo formado pelas fake news, plataformas digitais e informação constitui o mais difícil de todos os desafios enfrentados pelo jornalismo contemporâneo.  A extrema complexidade vem do fato de que os três temas estão interligados num ambiente informativo ainda pouco explorado, onde as soluções convencionais tendem a não funcionar. Na verdade, estamos diante […]



A grande omissão da imprensa brasileira na crise da Ucrânia

Numa guerra há sempre dois tipos de participantes: os países ou movimentos políticos diretamente envolvidos e as nações indiretamente afetadas pelo conflito. Os primeiros têm como objetivo principal derrotar o adversário, como é o caso atual da Ucrânia e Rússia. Já no caso das populações situadas fora da zona de combates, a maior preocupação é […]


Facebook ajuda neonazistas na guerra da informação na Ucrânia

Ao assumir atitudes simpáticas à milícia neonazista Batalhão Azov que enfrenta as tropas russas na Ucrânia, a rede social Facebook entrou em contradição aberta com sua auto definição como plataforma tecnológica sem interferência nos conteúdos que dissemina.  O primeiro indício da mudança de posição da maior rede social da internet surgiu já em meados de […]


Os erros e dilemas da imprensa na cobertura da Ucrânia

A preocupação em tomar partido na cobertura jornalística na Ucrânia está cobrando um preço alto em matéria de notícias erradas, interpretações equivocadas do contexto do conflito, ao mesmo tempo que revela a desatualização das regras na cobertura de guerras. Basta ver episódios constrangedores como o das imagens do suposto tanque que esmagou um carro em […]


O fenômeno dos “explicadores” da guerra na Ucrânia

Já dá para afirmar que a guerra na Ucrânia acelerou a agonia do modelo tradicional do noticiário jornalístico praticado por grandes jornais e telejornais, especialmente aqui no Brasil. O fenômeno é visível através do aumento exponencial da audiência das lives dos chamados “explicadores” de notícias, como Rogerio Anitablian, ou de jornalistas independentes como Reynaldo Azevedo […]


O jornalismo diante de um “divórcio” complicado

A relação do jornalismo com as elites políticas e empresariais entrou num período de turbulência em quase todo mundo, sinalizando a possibilidade de ruptura de um modelo vigente há mais de um século na imprensa. A turbulência surgiu a partir da divisão entre liberais democráticos e conservadores autoritários nas várias esferas do poder bem como […]


Jornalismo eleitoral: mais do que só notícias

A previsível avalanche de notícias falsas e o fenômeno das “narrativas” marcam o início de uma campanha eleitoral que deve obrigar o jornalismo a uma difícil escolha e até influenciar o futuro da profissão. Trata-se da opção entre desconstruir a agenda eleitoral para que o público descubra o que não está sendo dito e mostrado; […]