Wednesday, 06 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1195

Atlas da Notícia é fonte de diversos estudos sobre jornalismo

 

(Foto: Atlas da Notícia)

Uma das formas de medir o impacto do Atlas da Notícia é entender como as informações levantadas são utilizadas pela sociedade. Para achar essa resposta, fizemos uma pesquisa por citações acadêmicas e menções na imprensa sobre o projeto. Ao todo, encontramos 81 citações do Atlas da Notícia em trabalhos acadêmicos e 175 menções na imprensa entre 2017 e janeiro de 2021.

Os estudos acadêmicos que utilizaram dados do mapeamento de veículos jornalísticos do Brasil foram bem diversos, tanto no formato quanto na pesquisa proposta. Encontramos artigos aprovados em congressos e seminários de comunicação, artigos publicados em livros, trabalhos de conclusão de curso de graduação, dissertações de mestrado, teses de doutorado e até estudo de um instituto internacional.

Um detalhe interessante é que metade dos trabalhos acadêmicos descobertos tem um enfoque de pesquisa diretamente vinculado ao jornalismo local, com o recorte já evidenciado no título da publicação. Nos outros trabalhos, a temática principal traz discussões sobre outros aspectos do jornalismo, abordando também fake news, economia, inovação, direitos humanos, educação, esporte, política, justiça e meio ambiente.

No meio de tantas pesquisas diferentes, algumas despertam ainda mais a curiosidade por propor conexões que estavam fora do nosso olhar, como o artigo que analisa o filme Bacurau e os desertos de notícia. Foi também interessante perceber que o levantamento do Atlas já ultrapassou fronteiras: nem todas as publicações são brasileiras. Alguns dos trabalhos acadêmicos são de pesquisadores vinculados a universidades do exterior, como da Espanha, Estados Unidos, Polônia e Portugal.

Para quem tiver interesse em conhecer os outros trabalhos acadêmicos que utilizaram dados publicados pelo Atlas, a lista completa está disponível aqui. A página será continuamente atualizada para acompanhar como o projeto serve de apoio no desenvolvimento do conhecimento científico sobre o jornalismo no país.

Menções na imprensa

Quando olhamos para as reportagens que mencionam o Atlas da Notícia, vemos publicações focadas em noticiar os novos dados do estudo, repercutir as informações levantadas, reconhecer veículos locais que entraram para o mapeamento, além de utilizar os números da pesquisa para contextualizar discussões. Encontramos matérias em veículos locais, nacionais e até internacionais. A lista completa do clipping está aqui.

Durante essa busca por menções, ficamos sabendo sobre o Projeto de Lei 2771/20, que está em tramitação e estende o fundo destinado à universalização das telecomunicações para a radiodifusão comunitária. A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) utilizou os dados do levantamento para propor a mudança, apontando a importância do investimento devido à quantidade de desertos de notícia no Brasil e o papel das rádios comunitárias em informar a população que tem pouco acesso ao jornalismo local.

Outro uso interessante dos dados do Atlas foi pela Freedom House, organização internacional não-partidária dedicada à liberdade e democracia. Em um relatório publicado em 2019 sobre a liberdade da internet no Brasil, as informações sobre os desertos de notícia ajudaram a avaliar o nível de diversidade das informações online no país.

Por fim, o projeto também apareceu nas previsões para o jornalismo em 2020 do Nieman Lab. Os dados reforçaram a preocupação com a imprensa local, um dos temas potencialmente mais importantes do ano para o jornalismo no Brasil.

***

Jade Drummond é jornalista e especialista em criação e produção de conteúdo. Responsável pela estratégia de comunicação digital e gerenciamento de comunidade do Atlas da Notícia e Volt Data Lab.