Monday, 15 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1283

Artigos de André Azevedo da Fonseca

Cinco livros indispensáveis para refletir sobre as redes sociais

Sou professor e pesquisador no Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA) na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Por dever de ofício, tenho que me manter atualizado sobre os livros que discutem diversos aspectos da internet e das redes sociais. O maior desafio é a velocidade das mudanças. Como dizia McLuhan: na era das tecnologias, […]


Comunicação das universidades ainda despreza interesse público

As universidades brasileiras precisam desenvolver rotinas de comunicação mais efetivas para que a sociedade desenvolva o hábito de se informar sobre os resultados das pesquisas científicas realizadas por seus professores e estudantes. Para isso, além do empenho dos gestores, das assessorias de imprensa e dos próprios pesquisadores, é preciso uma verdadeira mudança de paradigma sobre […]


Youtubers já são mais influentes do que jornalistas

O recente relatório Creators Connect: o poder dos YouTubers, produzido a partir de uma pesquisa do Google, revela um conjunto de dados que nos ajuda a compreender a dimensão dos desafios do jornalismo na era das redes sociais, sobretudo no que diz respeito à credibilidade profissional e à consequente relação de confiança do público na […]


Não são os professores que estão doutrinando jovens. São os gurus de redes sociais

Professores não estão transformando os jovens em massa de manobra para fins ideológicos. E também não estão instigando milhões de seguidores ao culto de suas personalidades. Não são eles que induzem os jovens ao vício em Internet para lucrar com o engajamento compulsivo em torno de seus conteúdos. Quem faz isso são os gurus e […]



Formação jurídica precisa incorporar a crítica das mídias

Basta acompanhar qualquer grupo de advogados no WhatsApp para constatar o alto nível de analfabetismo funcional na leitura crítica que muitos supõem realizar sobre os meios de comunicação. De profissionais experientes em todas as áreas do Direito — incluindo juízes, promotores e delegados, além de estudantes, professores e pesquisadores acadêmicos — muitos se igualam naquela […]


Incentivo à qualidade nas faculdades de Comunicação

Há treze anos um evento nacional tem incentivado – e muito – a melhoria da qualidade da produção laboratorial nas faculdades de Comunicação no Brasil. Trata-se da Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), promovida pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares de Comunicação (Intercom) e coordenada desde o início pelo professor Paulo Rogério Tarsitano, da […]


Arquivistas criticam projeto

A Associação dos Arquivistas do Estado do Rio de Janeiro (AAERJ) divulgou nota criticando dois itens do Projeto de Lei 708/2003, do deputado Pastor Amarildo (PSB-TO), referente às definições das atribuições do jornalista. Segundo a AAERJ, é um equívoco atribuir ao profissional de imprensa o planejamento, a organização, a direção e a execução de serviços […]


Eduardo Palmério satirizou costumes burgueses

Neste dia 24 de maio, o jornalista Eduardo Palmério, o impagável crítico da burguesia paulista e carioca dos anos 40 a 60, completaria 100 anos. Irmão mais velho do escritor Mário Palmério, Eduardo nasceu na cidade de Sacramento, no Triângulo Mineiro, em 1906. No final da década de 1910, mudou-se com a família para Uberaba, […]


A importância da formação universitária

O jornalista e escritor colombiano Gabriel García Márquez, prêmio Nobel de Literatura, disse certa vez que o jornalismo é a melhor profissão do mundo. Ele não deixa de ter razão. Repórteres são paparicados, respeitados e temidos. Circulam entre autoridades, intelectuais, celebridades – e também entre assassinos, ladrões e miseráveis. Antenas parabólicas ambulantes, interrogam os protagonistas […]


Na era do comentário sagrado e da informação livre

O filósofo francês Jean-François Revel, autor de O conhecimento inútil (Bertrand Brasil, 1991), trouxe uma questão inquietante à propalada ‘sociedade do conhecimento’. Vale a pena tirar o livro da estante e reler, mais de 10 anos depois, algumas de suas análises.Para introduzir o tema, Revel observa que a civilização do século 20, mais do que […]


Muita informação, informação nenhuma

  A NOVA CENSURA   André Azevedo (*) A trama de O nome da rosa, romance de Umberto Eco, traz metáforas luminosas sobre o problema do controle da informação. Ambientada no auge da Inquisição, a história mostra o padre William sendo chamado para investigar mortes misteriosas num mosteiro. Todos os sacerdotes assassinados tinham em comum […]