Saturday, 24 de February de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1276

Artigos de Carlos Marciano


Nem Jesus na causa: reflexão sobre a exaltação bíblica no segundo debate presidencial

Publicado originalmente pelo objETHOS.   Em época de eleições os debates televisivos atuam como ferramenta fundamental da democracia, proporcionando debate de ideias entre os concorrentes sobre as mais diversas áreas e questões sociais que assolam o país. Bom, pelo menos deveria ser um debate de ideias, mas, o que podemos perceber após analisar o segundo […]


Quando os jornais invadem a privacidade alheia

Imagine que você perde seu celular contendo todos seus arquivos de trabalho, contatos familiares, dados bancários (o que não é recomendável deixar salvo nos aparelhos) e outras particularidades que você não julgava terem importância sigilosa até o momento. Ok, você pode ter configurado um código de desbloqueio complexo dificultando o acesso de outra pessoa, mas, […]


A violência contra a mulher nos hashtags natalinos

O natal já dá as caras nas redes sociais, só que dessa vez não é de presentes agradáveis e palavras acalentadoras que vem recheado o saco do Papai Noel, principalmente aos machistas que sentem o ego ferido por não terem sido bons meninos. Na última semana, para algumas pessoas, as revelações do #meuamigosecreto parecem ter […]


O adeus ao pequeno Shakespeare e os processos manjados

Dois fatos chamaram a atenção da imprensa na última semana: a morte de Roberto Gómes Bolaños e uma matéria (ver aqui) sobre o jogo “Engenho de Açúcar”. O primeiro me afetou emocionalmente, pois devo ao eterno Chaves boas lembranças de minha infância. O segundo profissionalmente, pois ao analisar com mais afinco a matéria vi uma […]


Fim do jogo para as grandes reportagens?

Ah, o New Journalism… Nascido na década de 1960, imortalizado por expoentes como Gay Talese e Truman Capote, admirado por acadêmicos e jornalistas do mercado, considerado morto e sepultado por estes mesmos profissionais que outrora se fascinaram pelas grandes estórias e hoje cada vez mais insistem em mercadejar as notícias. Perdoem-me a cacofonia, assim como […]