Saturday, 15 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Artigos de Celso Fernandes

Os best-sellers vivem num reino?

(A equação sem raízes reais)O Estadão publicou em 04/09 um artigo de autoria de A. P. Quartim de Moraes no qual procura explicações para o fenômeno do sumiço dos autores nacionais e conclui fazendo um apelo aos publishers que ‘precisam olhar para o futuro e pensar também na responsabilidade social e cultural que o seu […]


O a, e, i, o, u (re)programável

Dizer mais o quê? Luz, câmera, ação… dentro desse rol televisivo de reprises a surpresa tem sido uma só. Nada de muito novo se cria, nem se transforma. E onde, numa melhor de três, de verdade mesmo, quem pode ser eliminado em frente à telinha pode ser você. Na hora dos ‘Big Mania’, só não […]


Salve, salve! É BBB no ar

Aliás, 10, não! Com tanta demanda, peso e evolução, não estou vendo a hora H de darem início ao Big 11. E quem sabe no 12 eles não façam uma repescagem – igual o Raul Gil faz – e colocam numa tacada só todos os vitoriosos anteriores na casa mais vigiada do Brasil. Enclausurados, claro. […]


Oh, yes! Começamos…

Ainda tirando uma leve casquinha da velha cantiga que todos ouvimos na virada de ano, com ‘sonhos que vamos ter, muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender’, realmente o que saiu de cena era de se esperar. Claro, sem esquecer de mencionar aquelas batidas promessas de parar de fumar, que vai fazer academia […]


Lua minguante

Antes que alguém saia por aí tingindo com outras cores o que mais possa causar espanto debaixo do sol, não digo nada não. Porém, nada de pichações que interfiram no espaço, desagradando os que são alvo de comentários. Se é coisa de um ‘Deus nos Arruda’ (ops), não é por menos – nem por mais […]


Peões do asfalto

Como é, não deu ainda aquela famosa esticada de olho no novo reality show fazendário? Nem bem começou ainda a segunda etapa e já planejam a terceira A Fazenda para bater todos os recordes de audiência na oratória da ‘vida dos outros’. Perguntas infames e elogios quanto aos 16 concorrentes na vigília do milhão é […]


A dama de rosa-choque e o ‘apagão’ nacional

Quando a questão é ‘quem decide quem vai ter o nome gravado na calçada da fama’ é um negócio mesmo. No tocante ao minuto de fama, muitas vezes vai mesmo pela lei da ordem de consumo. Dado o fato que quando é bonito nada justo de ser visto, por acaso não anotaram o nome da […]


Fofo(ok), e daí?

Extra! Extra! E lá vamos nós na reprise da velha fita que assistimos ainda ontem. O que vale lembrar logo de saída é que a nossa sessão e-pipoca (ora hipotecada) é aquela que não descartamos nunca. Protelemos, irmãos. Como sentenciaram por aí que nem tudo o que reluz é ouro, os curdos também amam. De […]


Pouco humor não é humor

O que não tem mais escutas vazias, distribuição de verbas por baixo dos panos, uma pitada do ‘tudo em família’, árvore genealógica, fio de bigode, castelinhos construídos em alto mar? Se tudo como dantes… então, dá a minha bola de volta que eu não quero mais brincar nem apitar nessa ‘onda de farisaísmo’ que o […]


Na língua do ‘pré’

Enfim, um novo (re)começo! Ou que depois da luz (talvez aquela, no fundo do túnel, ainda não encontrada) é que se segue a noite escura… (Demais adoradores de antíteses e de figuras de linguagem que se ergam em justa causa em prol do profundo período que chegamos.) O barroco já se foi. Ficou entregue ao […]


Omelete à brasileira

Essa vai no capricho! Nada de questões ‘paloccianas’, nem do ‘curta’ nada inédito – De volta ao Palocci de governo. Vitórias mais que ‘Paloccianas’, impossível. Aliás, esperavas qual resultado, Joãozinho? Salvo cenários pela aposentada (acho que) mãos à palmatória, entre pesos e medidas, ficamos mesmo com os pesados dos nossos congressistas em prol do povo […]


O pastor de ovelhas

Tudo bem que dizem por aí que os tempos são outros e não importa que um novo ‘sinal dos tempos’ esteja presente. Ainda que por cima doa só de ouvir, creiam meus (des)afortunados irmãos, tudo isso não significa o fim. Sorte! E se por acaso o seu coração estiver cheio de dúvidas, indecisões, pergunte ao […]


Faz de conta que…

Só para início de conversa e que em breve vamos poder contar com o mais autêntico político virtual dentro das nossas abençoadas telas de micros – ‘via mundis’ –, creio, isso sim, que também vamos começar a brincar de deletar e mandar milhares de ‘santinhos’ para as lixeiras. E pouco importa quem usa ou joga […]


O amigo da onça

Depois de tão bem articulado verbete então criado pelo cartunista pernambucano Péricles de Andrade e publicado na revista O Cruzeiro, em 1943, colocando um dos seus interlocutores em situação embaraçosa (no caso, eram dois os caçadores na floresta, em ter que matar a onça, caso ela aparecesse), tal façanha só viria a ganhar terreno nos […]


Ligações perigosas

Tá, tudo bem! Já que passamos algo que semi-ilesos pela República das Bananas e pelo Império dos Abacaxis, havemos de dizer que a ferida dói, mas cicatriza. Como não tem outro remédio sobre as prateleiras, nem mesmo daqueles do tipo caseiro, tudo isso o que ouvimos através dos microfones – até de karaokês – de […]


Clã, clã, clã, clannn…

Pelo menos, em princípio, do que seria o verbo, para as aprimoradas verbas, só não vamos tocar muito na ferida do que constitui um grupo unido por grau parentesco e decidido pela sua descendência ancestral, que a coisa não saiu de moda. Fora alguns ‘gatos pintados’, pretendendo usar de transparência, seguindo na reta dos bons […]


Mágica e ilusões de ótica

Verdade seja dita! A mágica, ainda que não tenha perdido por completo sua magia na verdadeira arte de saber enganar, pois como disse o Grande Mago, na ordem de Merlin, que todo mundo gosta de ser enganado… Como ninguém quer descobrir o seu segredo, aonde é que devem estar concentrados os maiores vendedores de cartolas, […]


A Eureka! de Arquimedes e a brincadeira da peteca

Tudo ou quase tudo do que vemos e ouvimos diariamente em frente às telinhas e que não apitamos em quase nada, porém, não necessariamente seguindo a ordem do fator único para o que disse o sábio matemático grego sobre o volume do corpo e a água na banheira (descoberta que o fez sair correndo peladão […]