Thursday, 25 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Artigos de Laurindo Lalo Leal Filho

O fim dos programas infantis na TV

Os programas infantis estão desaparecendo da TV aberta brasileira. Nas redes comerciais resta apenas o Bom Dia e Cia, exibido pelo SBT. O motivo não está na resolução do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), de abril do ano passado, proibindo a exibição de comerciais voltados para o público infantil como […]


Mídia tradicional não se abrirá para o contraditório

Na primeira reunião ministerial do segundo mandato, a presidenta Dilma Rousseff convocou seus auxiliares para a “batalha da comunicação”. Foi enfática: “Nós devemos enfrentar o desconhecimento, a desinformação sempre e permanentemente. Vou repetir: sempre e permanentemente.” Nada mais justo. A desinformação contrária ao governo campeia pelo país, orquestrada pelos grandes meios de comunicação. A reação […]


Mais liberdade de expressão, mais democracia

O país que se orgulha de estar entre as dez maiores economias do mundo, é uma das raras democracias em que os meios de comunicação agem sem limites, atuando apenas segundo os interesses de quem os controla. As vozes dissonantes ainda são sufocadas. Dessa forma, a democracia deixa de funcionar plenamente por não contar com […]


As pesquisas como elas são, a mídia como ela é

Pesquisas de intenção de voto não mudam apenas os humores de candidatos e eleitores. Elas são cada vez mais importantes para o direcionamento das doações dirigidas às diferentes campanhas. O dinheiro corre com mais facilidade para os cofres dos que aparecem com mais chances de vitória. Prestam-se também para influenciar eleitores indecisos ou determinados a […]


Horário eleitoral, um raro espaço democrático

A cada dois anos o rádio e a TV vivem um curto período democrático, pelo menos no que diz respeito às informações políticas. O chamado horário eleitoral gratuito, que de gratuito não tem nada, e as restrições legais ao proselitismo político no jornalismo são um verdadeiro oásis no cotidiano partidarizado da mídia eletrônica. Durante 45 […]


A fonte moderna do poder

Em aula recente, na Escola de Governo de São Paulo, ilustrei o tema da padronização das informações oferecidas pela mídia com as manchetes idênticas estampadas pelos três jornalões brasileiros (Globo, Estado e Folha) para a fala do ex-presidente Lula no Encontro Nacional de Blogueiros. De um discurso de mais de uma hora, com análises da […]


Outro legado da Copa

Além de estádios, aeroportos e alguns novos serviços de transporte, a Copa do Mundo no Brasil deixa um outro grande legado: a certeza de que precisamos ampliar a liberdade de expressão no país. Restrita a alguns jornalões diários, a revistas semanais monocórdicas (com exceção da CartaCapital) e a um conjunto oligopolizado de emissoras de rádio […]


Exemplos de irresponsabilidade

Os limites da responsabilidade estão sendo testados pela televisão brasileira. Sob a falsa ideia da existência de uma liberdade absoluta, a TV permite aos que a ela tem acesso dizer qualquer coisa, sem medir as consequências causadas pelas palavras. Vale para toda a programação, incluindo a publicidade e o jornalismo. Casos, por exemplo, da propaganda […]


O rádio, uma força esquecida

Há um ator importante mas pouco lembrado nas campanhas eleitorais. Ele integra o conjunto de meios de comunicação com capacidade para influir no voto de muita gente. Falo do rádio, o segundo meio de comunicação mais utilizado pela população brasileira (61% fazem isso), como mostra recente pesquisa do Ibope, realizada a pedido da Secretaria de […]


Lembranças da mídia ‘esquecida’ pela ditadura

“Dia 1º de abril de 1964. Cinelândia, Rio de Janeiro. Em frente ao Clube Militar, um garoto de 12 anos começa a gritar ‘Jangooo’, ‘Jangooo’. Um homem alto e magro, cabelo cortado recente, bigodes finos, aponta a sua automática e explode a cabeça do menino. Nesse dia eu era diretor de jornalismo da Rede Excelsior […]


O Brasil da mídia e o país real

Hoje quando abrimos jornais, ouvimos o rádio e vemos as TVs comerciais o retrato é de um país à beira do abismo, tudo vai mal. Situação de quase pleno emprego, milhões de pessoas retiradas da miséria pelo Bolsa Família, pacientes atendidos em cidades que nunca haviam visto um médico antes são apenas alguns exemplos do […]


A esquizofrenia da mídia

Encerrei o artigo publicado na edição de janeiro da Revista do Brasil com a expressão “2014 promete”. Escrito em dezembro, chamava a atenção para o desespero da oposição, representada pela mídia, na busca de um candidato para as eleições presidenciais deste ano, alertando sobre o previsível “vale-tudo”. Previsão que, infelizmente, começou a se confirmar antes […]


TV despreza a Declaração de Direitos Humanos

“King Kong, um macaco que, depois que vai para a cidade e fica famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?” afirmou Danilo Gentili na TV. A um telespectador que contestou o caráter racista da frase respondeu pelo Twitter de forma a deixar ainda mais claro o seu preconceito: “quantas bananas […]


Argentina e os ganhos da liberdade de expressão

Está no ar na Argentina o primeiro canal de televisão indígena do país. É o Wall Kintun (“olhar em volta” no idioma Mapuche) dirigido e operado pela comunidade de povos originários da região de Bariloche. Dezenas de prefeituras, universidades e escolas também receberam autorização para utilizar frequências de rádio e TV. Há mais de 500 […]


A TV brasileira não reflete, esconde o Brasil

Parece que alguns parlamentares já esqueceram as “vozes das ruas” gritadas em junho. Com desfaçatez, seis senadores e seis deputados decidiram regular por conta própria o dispositivo constitucional que determina a regionalização da programação de rádio e TV no país. Atropelaram, em poucas horas, um debate que se trava no Congresso há exatos 22 anos. […]


O Brasil na TV paga

Para quem pode pagar para ver TV através do cabo ou do satélite a situação melhorou um pouco nos últimos meses. Há mais diversidade e mais Brasil nas telas, resultado da lei da TV paga, em vigor desde o final do ano passado. A lei criou cotas para a produção nacional e independente determinando que […]


A TV organiza a massa

“Este não foi um movimento partidário. Dele participaram os setores conscientes da vida política brasileira”. (Editorial de O Globo, 2/4/1964) A TV, chamada de “Príncipe Eletrônico” pelo sociólogo Octavio Ianni, está conduzindo as massa pelas ruas brasileiras. À internet coube o papel de convocar, à TV de conduzir. Ao perceber que o movimento não tinha […]


A pá de cal no bloqueio à informação

Em 1994, o respeitável jornal inglês The Guardian atirou no que viu e acertou no que não viu. Em um exercício premonitório encartou numa de suas edições alguns exemplares do que poderia ser o jornal no então longínquo ano de 2004. A novidade, além do tamanho reduzido, era a personalização das informações. Através de um […]


O cabrito e a horta

A partir de agora a mídia impressa britânica (jornais, revistas e internet) será regulada por um órgão independente do governo e das empresas de comunicação. O rádio e a TV já se submetem a outra agência reguladora, a Ofcom. Em 2013 a autorregulação exercida atualmente pela PCC (sigla em inglês da Comissão de Reclamações sobre […]


O jovem que a TV esconde

Cerca de quatro mil jovens circulam pelo campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) na manhã de um belo sábado de verão. Festival de risos, músicas, mochilas e colchonetes. Estão ali para participar do 14º Coneb, o Conselho Nacional de Entidades de Base da União Nacional de Estudantes (UNE). Havia gente que levou dois ou […]