Monday, 22 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Artigos de Márcio de Matos Souza

Por que ninguém viu a microssérie?

Como o jornalismo impresso repercutiu a estréia da microssérie A pedra do reino? Qual a contribuição da imprensa e da TV na rejeição do público a modelos narrativos diferenciados? Mais uma vez houve conflito entre opinião, gosto e consumo na cobertura? Todas essas questões vêm a calhar em face do apagão que se abateu sobre […]


A verdade de cada um

Com a sua notável capacidade de sofismar, Arnaldo Jabor chamou de cínicos e burros os possíveis eleitores de Lula em 2006. A diatribe consta no artigo publicado em 25 de abril pelo jornal O Globo (‘A verdade está na cara, mas não se impõe’). Pergunta-se: a quem interessa esse tipo de crítica e que autoridade […]


A crise da espetacularização

Marilena Chaui, enfim, falou. Não da maneira como a imprensa gostaria, mas do jeito – e a quem – ela considerou mais apropriado. Em tempos de excitação reacionária, logo surgiram réplicas condenando o seu gesto (há quem ache que Chaui decidiu se refugiar no ninho seguro e leniente dos seus pupilos). Não nos cabe inferir […]



Veja na campanha pelo impeachment

No Brasil, a mídia exerce um poder superlativo e desproporcional, bem típico de república de bananas. Nesses países, quem pauta as decisões políticas são os grandes conglomerados de comunicação. Os jornalistas, por sua vez, levam ao papel os acordos de alcova e os interesses corporativos de seus chefes sem, obviamente, explicitar a razão de suas […]


Folha se esquiva da controvérsia

Não compactuo com a teoria do golpismo midiático pregada pelos desesperados petistas, mas confesso que estou perplexo com o tom beligerante e capcioso da Folha de S. Paulo nas últimas semanas. Na segunda-feira, 4, por exemplo, o colunista-esteta-literário Vinícius Torres Freire sentenciou: ‘Faleceu neste final de semana o petismo-lulismo. Não resistiu a um mês de […]


Frenesi da imprensa emperra debate

É a repetição de uma conhecida – e superestimada – prática: em busca do furo e do ineditismo desenfreado, os jornalões, mais uma vez, transformaram em tiro de festim a discussão de um tema nevrálgico da realidade brasileira. A bola da vez foi a temática saúde pública, mais especificamente a questão ‘normas para ocupação racional […]


Quem entende a imprensa?

Existe uma discussão interminável no meio jornalístico e acadêmico sobre a diferença entre assessoria de imprensa e jornalismo propriamente dito. Cabe a pergunta: a quem interessa essa litigiosa demarcação de território? A resposta é uma só: aos zelosos profissionais de imprensa que, interessados em capitalizar ao máximo o ‘verniz ético’ do jornalismo, objetivam dissociá-lo da […]