Friday, 12 de August de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1200

Artigos de Maurício Caleiro

Folha, omissão e manipulação

Três episódios de extrema gravidade, analisados em detalhes neste Observatório, marcaram a conduta do jornal Folha de S.Paulo este ano: o emprego do neologismo ‘ditabranda’ em editorial, para se referir ao regime militar que vigorou de 1964 a 1989; o ataque verbal do diretor de Redação Otavio Frias Filho aos professores Maria Victoria Benevides e […]


Imprensa deslumbrada com Marina Silva

No mesmo final de semana em que foi divulgada a pesquisa DataFolha que lhe atribui apenas 3% dos votos dos eleitores, a senadora Marina Silva (PT-AC) foi tema recorrente dos principais veículos jornalísticos do país. A cobertura, nos jornalões e nas principais revistas semanais, parece indicar uma rápida mudança no modo como a candidata passou […]


As tensas relações entre internet e política

Embora alguns colunistas que ocupam posições privilegiadas na imprensa brasileira insistam em fingir não notar, a internet transforma-se, cada vez mais, no locus onde se dão as mais dinâmicas e tensas relações entre comunicação e política, A semana passada foi, neste sentido, particularmente agitada: ao encerramento de atividades de um dos mais combativos blogs políticos […]


Ombudsman para quê?

Meses após a criação do cargo de ombudsman pela Folha de S. Paulo, há 20 anos, uma piada circulava nos meios jornalísticos: ‘O Estadão já tem o seu ouvidor, falta a Folha arrumar o dela’. O chiste dizia respeito à alegada tendência do primeiro ocupante do cargo, Caio Túlio Costa (1989/1991), de reiteradamente criticar o […]


A manchete que a imprensa escondeu

Imagine o seguinte acontecimento: dois ministros de Estado de um grande país latino-americano – um deles candidato a presidente nas próximas eleições – viajam a Washington para um fórum econômico de cúpula que reúne os assessores para Segurança Nacional dos EUA, Jim Jones, e o para Assuntos Econômicos Internacionais, Michael Froman, além de 20 representantes […]


Rossi e o colunismo negativista

O dia 12 de julho deveria ser decretado comemorativo para o jornalismo nacional. Nessa data, o colunista Clóvis Rossi surpreendeu a todos fazendo, numa mesma coluna – intitulada ‘No topo do mundo, mas solitários’ -, não apenas uma saudação congratulatória ao Brasil mas, pasmem, um elogio explícito ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Como […]


Jornalismo como culto à celebridade

É lugar-comum constatar que há tempos o Globo Repórter deixou de ser um programa de jornalismo investigativo, como seu nome sugere, e se transformou num mero show de entretenimento, com predileção por temas familiares – capazes de agradar homens e mulheres de idades variadas –, destacadamente saúde e natureza.Ainda assim, causa espécie o grau de […]


A morte como espetáculo

Assim que foi anunciada a morte de Michael Jackson, a mídia mundial ocupou-se da tragédia com uma voracidade que talvez só encontre paralelo na morte da princesa Diana, em 1997. Teve início então um grande show cibernético/televisivo, com imagens de arquivo do ídolo pop misturadas a cenas de fãs em pranto, que por sua vez […]


Cobertura oscilante,
partidarismo e omissões

Clareza, equilíbrio e objetividade continuam sendo qualidades imprescindíveis de um bom texto jornalístico, a despeito de atualmente escassas nas editorias de Política e de Economia dos principais jornais e revistas do país, e do questionamento que alguns teóricos da Comunicação fazem não apenas em relação à possibilidade de ser objetivo mas à existência mesma do […]


O massacre que a mídia não viu

Um massacre de dezenas, talvez centenas, de indígenas ocorre em um país vizinho ao Brasil e o leitor das principais publicações da mídia brasileira não só não é informado das reais proporções do ocorrido – e de seu grau de violência –, como não lhe são fornecidos elementos que possibilitem a compreensão dos interesses em […]


Blogosfera política vs. mídia corporativa

A decisão da Petrobras de criar um O Biscoito Fino e a Massa desde 2004, é chamado de ‘mestre’ por mais de uma geração de blogueiros – revelou recentemente, ao aderir por um breve período a um coletivo de blogs, que o seu é comercialmente deficitário. A conclusão é que se ele – professor numa […]


O colunismo monocórdio

Ao menos desde a reforma promovida por Cláudio Abramo nos anos 1970, a Folha de S.Paulo passou a apresentar como uma de suas características distintivas a pluralidade opinativa. Embora a linha editorial se evidenciasse nas pautas, matérias e reportagens – e mesmo na escolha dos colunistas ‘da casa’ –, havia espaço para uma plêiade de […]


Versão negligente da polêmica no STF

Dois dias depois (sexta, 24/4) da discussão entre os ministros do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes (que atualmente preside o órgão), a Folha de S.Paulo publicou editorial (‘Altercação no STF’) em que se posiciona ante o episódio – tema, ainda, de dois de seus colunistas e ao qual dedica cinco matérias no […]


As passagens aéreas e falso moralismo

A seriedade de princípios e a lisura da conduta de um homem público – bem como de qualquer ser humano adulto – devem obedecer aos ditames de sua consciência, mantendo, com correções pontuais, consistência ao longo do tempo e recusando-se a variar súbita e frequentemente de acordo com as circunstâncias e o julgamento do meio […]


Os jornalões e a ‘nova lei Rouanet’

Embora a ‘grande imprensa’ venha, de modo geral, apresentando um comportamento bem menos figadal do que o adotado por ocasião da discussão do projeto da Ancinav, a cobertura, pelos jornais Folha de S.Paulo e O Globo, das discussões em torno da renovação da lei de incentivo à cultura está permeada por omissões, manipulações editoriais e […]


A violação ética do direito de resposta

Em mais um desdobramento do ‘caso ditabranda’, os professores Maria Victoria Benevides e Fabio Konder Comparato requereram à Folha de S.Paulo, através de seus advogados, direito de resposta a renovadas acusações do diretor de redação Otavio Frias Filho, proferidas em 8 de março. Na ocasião, em resposta ao contra o jornal organizado pelo jornalista Rodrigo […]


A tentativa de cercear o debate

A ênfase em condenar a inaceitável distorção histórica e axiológica representada pelo emprego do termo ‘ditabranda’ em um editorial do jornal Folha de S.Paulo, embora plenamente justificada, acabou por relegar a um plano inferior outro aspecto fundamental do caso em questão: a tentativa de restringir o debate público implícita nos termos da resposta de Otavio […]