Wednesday, 06 de July de 2022 ISSN 1519-7670 - Ano 22 - nº 1195

Artigos de Maurício Caleiro

O agravamento do racismo e o papel da mídia

O racismo no Brasil intensificou-se e ficou mais homicida. Esta é a conclusão incontornável fornecida pelo Atlas da Violência 2020, publicado no dia 28 de agosto pelo que ainda resta do IPEA (que Bolsonaro se esmera em destruir) e pelo FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública). O dado mais chocante talvez seja este: de 2008 […]


A mídia como promotoria e suas injustiças irreparáveis

“Ouvir o outro lado” é um dos preceitos fundamentais do bom jornalismo, como se aprende na universidade. Porém, no que se refere à esfera midiática brasileira, também um dos mais negligenciados, sobretudo no que diz respeito a matérias denunciativas. O modo como esse preceito é (ou deixa de ser) empregado certamente varia muito de redação […]


Campanha publicitária travestida de jornalismo

A Rede Globo deflagrou, na semana passada, em longas matérias diárias em seus telejornais — JN à frente — uma campanha de demonização do servidor público, tornado bode expiatório da economia nacional devido ao “peso” que seus salários representariam para os cofres públicos. Tudo de acordo com “pesquisa” do think tank neoliberal Instituto Millenium, única […]


A Educação sob ataque: mídia mostra-se falha e omissa

Um ataque frontal à Educação ocorre neste momento, no Brasil. Iniciado nos primeiros meses do governo Bolsonaro e agravado com medidas recentes, tem por objetivo o sucateamento da universidade pública e das pós-graduações, notadamente nas “Humanidades”, cujas novas bolsas foram extintas. No entanto, quem acompanha o tema através da mídia – seja ela impressa, televisiva […]


O JN na pandemia: notáveis acertos e deficiências persistentes

A pandemia da Covid-19 tem demandado novos procedimentos à mídia jornalística. Da obrigatória máscara às entrevistas via computador, de um maior aprofundamento em epidemiologia e estatística à formação de um pool independente para apurar contágios e mortes, do cuidado para — na era das fake news — discernir opinião baseada em ciência de militantismo mitômano. […]


A reação ao “caso Campos Mello”: acertos e lacunas

Em uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) destinada a investigar fake news, um depoente agride e chama de mentirosa a jornalista responsável pela mais reveladora reportagem sobre o tema, para o qual ele próprio contribuíra com depoimento e evidências. Vestido e comportando-se como um gigolô de pornochanchada, como assinalou um jornalista, Hans River do […]


O efeito “Orloff”

Quando eu era criança, nos anos 80, havia um comercial de vodca em que a qualidade do produto era ressaltada por alegadamente não causar ressaca: – “Eu sou você amanhã”, explicava um bem-disposto sósia de um sujeito sentado à mesa de um bar, antes de pedir ao garçom que substituísse o pedido que este acabara […]


A imprensa e a questão indígena na era Dilma

A denúncia contra o Estado brasileiro na Comissão de Direitos Humanos da OEA por tratamento cruel e desumano dispensado às populações indígenas, ocorrida na última terça-feira (20/10), passou virtualmente em branco na imprensa nacional. Já as vaias que a presidente Dilma Rousseff recebeu na abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, em Palmas, três dias […]


A imprensa entre a oposição a Dilma e o apoio ao ajuste fiscal

No decorrer da era petista, o modo recorrente como o jornalismo midiático desviou-se de suas funções, incorrendo em demarcado partidarismo, consolidou, em setores do público, a imagem de uma pronunciada oposição entre mídia e governo. Além de corroborada pela presidente da Associação Nacional de jornais, Maria Judith Brito –para quem os “meios de comunicação estão […]


Sobre os aumentos de ônibus em SP

Ainda que parcial, a transformação da crítica de mídia em prática viciada de aficionados por agremiações políticas tem dificultado sobremaneira a produção de visões complexas e criteriosas acerca da atuação das empresas de comunicação no Brasil. A análise do comportamento da mídia nas últimas eleições presidenciais, por exemplo, foi particularmente prejudicada pela ação dessa crítica […]


O baixo nível da campanha

Há tempos tornou-se frequente, no jornalismo brasileiro, uma crítica generalista à internet, tida e descrita como “terra de ninguém”, meio de expressão de ódios represados e ataques pessoais. As caixas de comentário dos portais e dos jornais e a correspondência eletrônica endereçada aos jornalistas seria a prova cabal do baixo nível. O choque de Chico […]


O caso goleiro Aranha

“Aranha diz que perdoa gremista, mas nega revê-la.” A manchete do portal UOL Esporte, reproduzida com pequenas variações formais por dezenas de veículos de mídia, atualiza um drama sobre racismo que vem mobilizando a mídia e parcelas consideráveis da sociedade. Em seu atual estágio, a novela, como se pode deduzir da manchete, acrescenta doses de […]


O recuo de Marina e o fator religião

A euforia durou pouco. Nem bem os setores mais democráticos da sociedade comemoravam a inclusão do casamento gay no programa de governo do PSB, de Marina Silva, e a candidata já fazia publicar uma errata alegando tratar-se de um erro de revisão e renegando o apoio a tal demanda. A mudança de posição, e em […]


O ódio interdita o debate

São duas personagens que pouco têm em comum, exceto terem começado a vida na pobreza e hoje, na meia idade, ocuparem, por seus próprios méritos, posições de destaque na vida político-econômica do país. Porém, desde a semana passada, Míriam Leitão e Marina Silva vivenciaram uma experiência estranhamente similar: primeiro ocuparam as manchetes na condição de […]


A guerra do marketing político

Veiculados na quinta-feira (15/5), os comerciais do PT inauguram, de forma efetiva, a guerra do marketing eleitoral que deve caracterizar uma campanha das mais acirradas. Exibidos em um momento de crise na candidatura governista, cujo favoritismo vê-se ameaçado pela queda na intenção de votos, as peças publicitárias apostam na estratégia de difundir o medo do […]


A cobertura contraria fatos

As pessoas mais sensíveis que assistiram aos telejornais noturnos da GloboNews na sexta-feira (2/5) talvez tenham ido dormir com um travo n’alma, como dizem os portugueses. Os âncoras afirmaram, a cada edição, que as negociações para libertar os sete observadores internacionais feitos reféns na Ucrânia tinham pouca chance de dar certo, e que eles, em […]


O enigma da favorita vaiada

Um enigma dos mais intrigantes envolve a candidatura Dilma Rousseff neste momento. As pesquisas mostram que a presidente, mesmo sofrendo acentuada queda nas intenções de voto nos últimos meses, mantém-se favorita, com folgados 37% na última enquete do Ibope, índice que a reelegeria já no primeiro turno. Não obstante tal favoritismo, ela tem sido sistematicamente […]


Gabo segundo o ‘Jornal da Globo’

O espectador sem familiaridade com o universo literário, que tenha recebido a notícia da morte de Gabriel García Márquez por meio do Jornal da Globo (quinta-feira, 17/4), continua sem a mínima ideia da importância do escritor colombiano, de seu blending único de memória afetiva, imaginação prodigiosa e talento narrativo, de seu universo literário a um […]


Maré: ufanismo prejudica cobertura

Quem assistiu pela Globo News à ocupação militar do Complexo da Maré foi recompensado por um programa televisivo repleto de emoção, senso de espetáculo, virtuosismo narrativo, patriotismo – tudo, menos bom jornalismo. O tom predominante desde as edições horárias do fim de semana tem sido de desabrido ufanismo, no melhor estilo support our troops: uma […]


O oportunismo fúnebre da mídia

Os protestos populares que se alastraram a partir de junho de 2013 e, desde então, tornaram-se eventos recorrentes na vida pública do país, acabaram por reformular por um breve período a posição estratégica da mídia: acostumada a pautar a agenda nacional e o próprio poder, ela viu-se apanhada de surpresa ante um fenômeno que sequer […]