Sunday, 23 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1293

Artigos de Paulo Bento Bandarra

Comeram os caras-pintadas e ninguém viu

Eugênio Bucci, jornalista, professor da Escola de Comunicações e Artes da USP, lembrou o francês Guy Ernest Debord (1931-1994), autor de A sociedade do espetáculo, lançado em 1967 em Paris, no OI, ‘USP EM CRISE – O espetáculo da mídia para a mídia’ – e pelos contestadores (http://www.teste.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=543JDB002 ). a Internacional Situacionista (I.S.), (1957-1972). Entre […]


O hoje é para sempre

‘A luta LGBTT não é modismo, assim com a luta contra o racismo não é. Trata-se sim de corrigir as grandes monstruosidades construídas por homens como o senhor!’, escreveu Helder Maia, estudante da Bahia, num comentário neste Observatório. Bernie Ecclestone, proprietário dos direitos comerciais da Fórmula 1, concedeu uma entrevista ao jornal The Times. O […]


Verdades absolutas

Interessante a discussão no OI em ‘Opus Dei ataca homossexuais e os jornais dizem amém’, por Leandro Colling em 23/6/2009 (ver aqui O armário de Darwin‘ sobre o assunto. Ele levanta algumas questões interessantes entre normalidades e anormalidades. Existem vários conceitos para atribuirmos um ato anormal. E nem todos precisam ou devam ser discriminados ou […]


Mitos midiáticos

Carina Rabelo e Greice Rodrigues são jornalistas. E como tal produzem artigos da qual não possuem senso crítico para analisar. Reproduzem geralmente o que lêem sem um senso analítico sobre os mesmos. Matérias fáceis para produzir, ler um livro e fazer um resumo para o público. Já criticara Greice Rodrigues em ‘Não é como sua […]


O engano do jornalista ou o relativo do absoluto

O senhor Gabriel Marquim, em 16/6/2009, estudante de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e pesquisador pelo Pibic/Unicap, Recife, PE, nos presenteia com um artigo elucidativo sobre os enganos de certas pessoas ao procurarem a referida profissão. E que temos testemunhado por diversos exemplos neste Observatório da Imprensa de pessoas, por sua credulidade religiosa […]


Todo mundo fala, ninguém sabe nada

É um festival midiático para aparecer. Um caso como este do Airbus se transforma num espetáculo de conjecturas e informações irresponsáveis. Não é de hoje. Em Caixa-Preta, o aviador Ivan Sant´Anna reconstitui três desastres que entraram para a história da aviação brasileira. Teria sido uma obra perfeita pelo aspecto jornalístico, mas foi elaborado por este […]


Comunicação ou mero moralismo?

Maísa Silva, sete anos, recebeu na mídia e neste Observatório uma enxurrada de ‘solidariedade’. Algo notório porque as crianças realmente em risco e merecedoras de todas as ações da mídia e do MP normalmente não são vistas mesmo. Passam por nós nas sinaleiras, dormem embaixo de viadutos e dentro de bueiros. Fumam crack nas praças, […]


A mídia frente ao ‘sagrado’

Sócrates (470-399 a.C.) foi condenado à morte por acusações de Meleto por pregar contra o sagrado. Contra os deuses da cidade pervertendo a fé dos jovens. Hoje ninguém sabe que eram estes deuses desrespeitados, mas apenas aquele que se matou para não dar o gosto de seus algozes fazerem isto. Recusou-se a fugir e deixar […]


Profissão: jornalista

Acabou de cair a legislação que protegia o jornalista de trabalhar, regulamentava a profissão e otras cositas más. Ninguém pode desmerecer a importância deste profissional para qualquer sociedade. Essencial para os que visam ao Estado democrático e à defesa intransigente dos direitos humanos e da defesa do povo de seus governantes, nem sempre honestos e […]


Os ex-permitidos

Ex significa alguém que já foi e deixou de ser. Por vários motivos. Aposentou-se, deixou o cargo, ou mudou de opinião. Em termos religiosos, no Islã, os moderados condenam à morte aquele que, uma vez confesso, abandone a fé. Passa a ser uma fé imposta. Isto que ela já o é no nascimento das crianças. […]


O culto ao irracional

Meu estimado amigo e conterrâneo, o dr. Ricardo Antônio Lucas Camargo, em 12/5/2009 escreveu um artigo em resposta a uma pergunta minha que, pelo jeito, não ficou clara. Advogado de Porto Alegre, do RS. Possuímos formações de visão do mundo incompatíveis. Separamos-nos na idéia de que precisam existir deuses para sermos virtuosos. Que os presentes […]


Jornalistas e as versões nunca muito confiáveis

A jornalista Virginia Hebrero, da agência Efe, Genebra, relata que a última mulher morta em uma fogueira na Suíça após ter sido acusada de ‘bruxaria’ foi reabilitada moralmente no sábado, 09/05/2009, pelo Grande Conselho (Parlamento cantonal) de Freiburg, que limpou a memória da condenada por meio de uma declaração solene. A ‘devolução’ da honra a […]


Ratos e homens

Ratos e homens, publicado originalmente em 1937, é um dos mais belos textos de John Steinbeck (1902-1968) – um dos maiores romancistas do século 20 – e até hoje um dos livros mais lidos do autor. Um clássico sobre o doloroso período da Grande Depressão americana. Apesar do nome, entretanto, não possui um caráter literal […]


Os jornalistas de ontem e de hoje

O nosso comentarista, o dentista Hugo Mota, de Natal, RN, nos indicou um artigo curto sobre o julgamento de Sócrates (Michelson Borges ou aqui, no site do teólogo A destruição dos cananeus‘ e ‘Estilo de vida conta mais que herança genética‘. Mas o interessante é que arqueólogos israelenses não têm encontrado, nos sítios em que […]


Se os mansos de coração são assim…

Segundo a definição de Ambrósio Calepino, de 1502, tolerare, proveniente do latim, significa sofrer, suportar pacientemente. A tolerância é um termo que dá a idéia do grau de aceitação diante de um elemento contrário a uma regra moral, cultural, civil ou física. Do ponto de vista da sociedade, a tolerância define a capacidade de uma […]


O demiurgo desenhista

O nosso espaço, que nós não jornalistas também ocupamos eventualmente sem muita cerimônia, muitas vezes não pode ficar restrito ao jornalismo. Muitas vezes as idéias são as que permeiam a sociedade e que o jornalista acaba dando eco. Dando voz. E para tal, nunca é demais abordar conceitos deste tipo. O professor e pesquisador em […]


O falso confronto de idéias

Sócrates não entrou para história por ter sido crédulo. E, no seu processo descrito por Platão, não foi disto que Meleto o acusou. Se ele era crente de alguma divindade, é temerário afirmar sobre a sua cova, pois ele nada deixou escrito para termos certeza. Muito do que dito ser dele, era mais provável ter […]


Uma revista ‘prosélita’

Galileu foi um dos criadores do método científico e por isto entrou para a história. Não se destacou como um homem de fé, cuja crença não aceitou ir até a morte confiando na recompensa do outro mundo por ela. Abdicou de defender a verdade em troca dos últimos dias de vida materialista nesta Terra.Assim, faz […]


Por que não te calas, Sócrates?

O doutor Pedro Eduardo Portilho de Nader possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1987), mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (2000). Tem experiência na área de História. Atuando principalmente nos seguintes temas: História, Annales, História positivista. É sempre bom exercer […]


Até no focinho somos iguais

Algumas vezes fico perdido com o Observatório da Imprensa com temas como o tratado por Deonísio da Silva, em 24/3/2009, ‘Guerra Junqueiro) ‘Eu tive um cão. Chamava-se Veludo, Magro, asqueroso, revoltante, imundo, Para dizer numa palavra tudo, Foi o mais feio cão que houve no mundo. Recebi-o das mãos d´um camarada, Na hora da partida. […]