Monday, 15 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1283

Artigos de Raphael Tsavkko Garcia

Pouco jornalismo em reportagens enviesadas

O quinto ato convocado pelo Movimento Passe Livre contra o aumento das tarifas do transporte público em São Paulo começou tenso e acabou com repressão violenta da Polícia Militar. Novamente. Novamente, também, as críticas à péssima cobertura midiática que repetem o ciclo de junho de 2013. Na época, a mídia se colocou francamente ao lado […]



Não é exclusão digital, mas presença de mercado

A presidente Dilma Rousseff, reunida com o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou na sexta-feira, 10, uma parceria que pode tornar o Marco Civil da Internet uma letra morta ao indicar o caminho que ela pretende seguir em relação à regulamentação da neutralidade da rede que, resumindo, periga ser o de vetá-la completamente em prol […]


No ‘confronto’ entre polícia e pobres, quem morre é o jornalismo

“Jornalismo: a primeira vítima fatal confirmada na desocupação na Avenida São João. Foi abatido com auxílio de um helicóptero, com disparos contínuos da palavra ‘vândalo’feitos à distância de um confortável estúdio com ar-condicionado, por ditos profissionais de imprensa vestidos com roupas finas e sem direito à apuração. Eis aqui os vândalos do Cesar Tralli e […]


O trovão que destrói o jornalismo

Na Alemanha, a negação do Holocausto dá cadeia. No Brasil, a negação da ditadura, ou o louvor à repressão, torturas e assassinatos políticos,não dá cadeia. Pelo contrário, garante espaço na revista semanal de maior tiragem do país. Rodrigo Constantino seria, em outra situação, o típico “reaça”a ser ignorado. Melhor seria deixá-lo se afogar em seu […]


O teatro midiático na perseguição a ativistas

Os veículos de comunicação do Grupo Globo têm dado não apenas repetidas amostras de jornalismo rasteiro, ou mesmo de antijornalismo, como ainda não conseguiram explicar as informações privilegiadas que têm de um processo a que sequer os advogados de defesa dos acusados tiveram acesso. O caso dos 23 perseguidos políticos, que tem em Elisa Quadros, […]


Espanha, o reino da censura?

A revista satírica El Jueves (A quinta-feira), editada desde 1977 e uma referência de humor político espanhol, costuma circular toda quarta-feira (fazendo jus à sátira a que se propõe), mas na semana passada acabou circulando na própria quinta-feira. A razão? Censura. Cerca de 60 mil exemplares da revista estavam prontos para ser distribuídos pelas bancas […]


O programa de luto pela morte de DG

O programa Esquenta, da Rede Globo, apresentado por Regina Casé e que tem como foco mostrar a cultura das favelas e periferias para o país, acordou de luto. Em um programa especial dedicado ao dançarino DG (Douglas Rafael da Silva Pereira), de 26 anos, morto possivelmente pela Polícia Militar do Rio de Janeiro na favela […]


A Globo e a ocupação militar da Maré

Na madrugada do domingo (30/3), dia de futebol, de ir ao Maracanã ou de ficar com a família e os amigos, o complexo de favelas da Maré foi invadido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro com apoio da Polícia Federal e Forças Armadas, com anuência e incentivo dos governos estadual (Sérgio Cabral, PMDB) e […]


O jornalismo antichavista da ‘Folha’

Na edição da Folha de S.Paulo de terça-feira (4/3) era possível ler a seguinte notícia: “TV aberta da Venezuela não transmite Oscar”. Virou notícia o fato da Venezuela não passar o Oscar na TV aberta “pela primeira vez em 39 anos”. A razão dada é que o governo “temia que artistas de Hollywood se pronunciassem […]


‘El País’ e o vazio jornalístico brasileiro

A chegada do diário espanhol El País ao Brasil, em sua versão em língua portuguesa, vem em boa hora, ao menos para o jornal espanhol. El País chega num momento em que a mídia brasileira passa por um processo de desconfiança, em outras palavras, a mídia está desacreditada de ambos os lados; a esquerda acusa […]


‘El País’ e o vazio jornalístico brasileiro

A chegada do diário espanhol El País ao Brasil, em sua versão em língua portuguesa, vem em boa hora, ao menos para o jornal espanhol. El País chega num momento em que a mídia brasileira passa por um processo de desconfiança, em outras palavras, a mídia está desacreditada de ambos os lados; a esquerda acusa […]


Por que a imprensa ajuda a matar

Em apenas quatro dias, três assassinatos foram cometidos pela Polícia Militar de São Paulo. No dia 26/10, o cabeleireiro Severino de Oliveira Filho, de 49 anos, foi morto durante uma perseguição de policiais a um suposto assaltante. Ele apenas passava por perto quando foi baleado no ombro e morreu depois da polícia se recusar a […]


O perigo de ser jornalista: violência e abandono

Não há qualquer tipo de segurança ou mesmo garantia de segurança para quem exerce a profissão de jornalista. Caso você seja um freelancer, a situação tende a piorar. Sequer sobra a possibilidade de ter um jornal, uma estrutura como barreira ao menos para processos. Casos recentes de assassinatos de jornalistas em Minas Gerais, as ameaças […]


Jornalismo mandou lembranças

Todos estamos cansados de saber que neutralidade, ou mesmo imparcialidade, são ideais impossíveis de serem alcançados pelo jornalismo. Em muitos casos é até indevido buscar alguns desses ideais, mas há uma linha clara que separa o jornalismo, mesmo opinativo, de assessoria de imprensa. Os jornais recentemente têm esquecido este limite, esta linha, simplesmente prestando assessoria […]


A (pós)eleição venezuelana e a falência do jornalismo

Qualquer um que tenha assistido ao Jornal Nacional na segunda-feira (15/4) após a tensa eleição presidencial na Venezuela, vencida pelo chavista Nicolás Maduro por estreita margem, teria a impressão, senão a certeza, de que Maduro é que teria saído derrotado. Capriles deveria ter vencido de alguma forma, ou mesmo venceu, ainda que não tenha levado. […]


Showrnalismo e o papa

“Showrnalismo em torno da escolha do novo presidente da Igreja Católica S.A. é impressionante. Não há qualquer discussão aprofundada sobre o significado real de tudo isso, sobre a trajetória histórica que traz até aqui. Nada é questionado. É só show, e esse show não aceita reflexão, apenas oba-oba.” (Alexandre Haubrich) A eleição do papa, segundo […]


Cobertura “global” e a morte de Kevin Espada

O assassinato do jovem Kevin Espada por torcedor(es) corintiano(s) em Oruro, Bolívia, durante um jogo da Taça Libertadores, acabou com a punição leve do clube imposta pela Conmebol, mas com imensa revolta por parte de torcedores do clube e da imprensa, em especial da Rede Globo. Qualquer um que acompanhe o futebol brasileiro sabe que […]


Jornalismo ou a arte do grotesco?

O que há em comum entre tragédias como o deslizamento no morro do Bumba, o massacre na escola em Realengo e o incêndio em Santa Maria? A grotesca cobertura midiática. Sensacionalista, sedenta por sangue, louca pelo melodrama, desesperada pelo furo que normalmente consiste em imagens degradantes, cenas de humilhação, desespero e a miséria humana. O […]


O nacionalismo catalão e a ignorância midiática brasileira

Passadas as eleições catalãs de 25 de novembro – que podem decretar a separação da região da Catalunha do Estado espanhol depois de quase 300 anos de conquista, desde 11 de setembro de 1714 – é impossível não chegar a algumas conclusões tristes sobre a cobertura brasileira da questão. Enquanto se aproximava a data em […]