Saturday, 25 de May de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1289

A morte de Marielle Franco

Marielle, todas as mulheres do mundo

Marielle Franco concentrava todos os preconceitos numa pessoa só. Mulher, negra, nascida na favela da Maré, feminista, homossexual, mãe solteira de Luyara, ex-camelô e dançarina do grupo Funk Furacão 2000 que se tornou socióloga – vulgo “comunista” no dicionário bolsonarista – e vereadora crítica da violência da Polícia Militar nas comunidades cariocas. Tanta insolência merecia […]

Quando a pauta é a narrativa

O brutal assassinato da vereadora carioca Marielle Franco descortinou uma disputa narrativa que diz muito sobre as relações entre jornalismo e poder no Brasil contemporâneo. Da explicitação da difusão de fake news por políticos e magistrados à tendência de direcionar as abordagens em torno do trágico acontecimento para o seu aspecto mais emocional em detrimento […]

Brasil perde o rosto da renovação da esquerda

Enquanto no Brasil programas jornalísticos cobriram o assassinato de Marielle Franco com abordagens que utilizaram a morte da vereadora até para justificar a intervenção militar no Rio de Janeiro (a exemplo do que aconteceu no Fantástico do último domingo), os jornais europeus, sobretudo os franceses, optaram por indicar as relações políticas do ocorrido, bem como […]

O sequestro da comoção popular

Brasil, junho de 2013. Manifestações realizadas em São Paulo contra o aumento do valor da passagem de ônibus foram o estopim para eclosão de inúmeras mobilizações populares em todo o país. Na pauta dessas mobilizações estavam demandas históricas do povo brasileiro, como transporte coletivo urbano decente e serviços públicos de educação e saúde de qualidade. […]