Thursday, 25 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Morreu para você, leitor ingrato

Tem aquela piada do eleitor abraçado por José Maria Alckmin, que lhe pergunta como vai seu pai. “Papai morreu, deputado”. Alckmin, para não dar o braço a torcer, retruca: “Morreu para você, filho ingrato, mas está vivo no meu coração.”

Pois é. O Jornal da Tarde morreu para você, leitor ingrato. Mas está vivo na gravação telefônica do Grupo Estado (11-3856-2122). Em matéria de agilidade administrativa, é um colosso.