Thursday, 20 de June de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1292

Dirceu, passado e presente

O Jornal Nacional repercutiu ontem sem comentários as manifestações do presidente Lula e de auxiliares seus contra a decisão da Câmara dos Deputados de cassar José Dirceu. Mas o principal noticiário da Rede Globo não perdoou Dirceu e o PT. Explicitou as contradições entre discurso a favor da ética e prática nem tanto. No terreno político, mostrou um discurso de Dirceu concitando para a militância petista. O trecho exibido dizia “Eles vão apanhar nas ruas e nas urnas”, algo assim. Em seguida, a cena em que o então governador Mario Covas foi agredido por professores numa manifestação no Centro de São Paulo.


Esse tipo de “republicanismo” Dirceu herdou da retórica exaltada e dos trambiques em assembléias estudantis. E casou prazerosamente com a truculência da luta sindical.


O conhecimento dessa trajetória impede a mídia de tomar pelo valor de face as palavras cordatas do petista ora derrotado.