Wednesday, 24 de April de 2024 ISSN 1519-7670 - Ano 24 - nº 1284

Fama de Noblat chega à Argentina

Ricardo Noblat cita em seu blog (http://noblat.ultimosegundo.ig.com.br/noblat/ ) artigo do escritor Tomás Eloy Martinez no La Nación sobre o sucesso do próprio Blog do Noblat. O texto do argentino, publicado no sábado (10/9), chama-se “Los titulares de mañana”, e a citação começa assim (em tradução livre): “Enquanto a maioria dos grandes diários tem que fazer muita força para que suas vendas não caiam aceleradamente, certos sites, como o de Ricardo Noblat, no Brasil, teve mais de um 1,7 milhão de visitas únicas em agosto, com uma média de 200 mil leitores assíduos por dia”. Diz que jornalistas da Veja e do Globo pedem para ser mencionados no Blog do Noblat de modo a obter mais leitura em suas próprias páginas.


Martinez defende a tese de que “qualquer repórter com talento e imaginação poderia agora converter-se em empresário respeitável e afortunado quase da noite para o dia”.


Estabeleceu dez mandamentos do bom jornalismo, mas, constatou Noblat, infringiu o quinto (“Não se deve escrever nem uma só linha sem estar seguro, nem dar uma só informação sem ter plena certeza” [sobre a boa qualidade da informação]) ao dizer que Noblat era “um jornalista sem prestígio e um desempregado crônico”.


Noblat escreveu um comentário elegante, e até exagerou um tanto ao considerar Martinez “uma das estrelas de primeira grandeza da literatura latino-americana”. Essas avaliações, é melhor deixar para os especialistas. Leitores do blog reagiram com petardos antiargentinos, como era de se prever. Mas uma fã do Noblat, Aline, deu a resposta mais espirituosa: “Acredito que esse escritor Tomás Eloy Martinez estava desesperado para aparecer em seu blog. E CONSEGUIU. Agora está conhecido por mais dois milhões de brasileiros.”